top of page
banner_178 x66 mm_Voz Ribatejana_compressed-page-001_edited.jpg
Voz Ribatejana_178mmX66mm_Passerelle2024_Prancheta 1.jpg
Banner Festas Alverca.png
  • Foto do escritorJorge Talixa

Vilafranquense “sofre” mas ganha no Carregado por 2-1


Com bancadas cheias e mais de 600 espectadores, o Campo Lacerda Pinto Barreiros recebeu, no domingo, o dérbi Carregado-Vilafranquense, em jogo da sexta jornada da 3a. Divisão Distrital. Há sete épocas que as duas equipas vizinhas não se defrontavam e, envolvidas na luta pelos lugares cimeiros, protagonizaram um jogo deveras emotivo e a espaços bastante bem jogado.


Quase não houve amarelos, as paragens de jogo foram raras, o árbitro “deixou” jogar e as duas equipas entregaram-se à partida de forma muito positiva. A equipa do Carregado entrou melhor, pressionante e rápida sobre a bola e deu muito trabalho à defensiva do Vilafranquense.


Logo ao minuto 6, Diogo Mancilha isolou-se, mas Fanã conseguiu ser mais rápido, a bola ainda ressaltou, esteve quase a entrar na baliza, mas foi sacudida pelo central Proença. Três minutos depois, o mesmo Mancilha obrigou Fanã a boa defesa.


Respondeu o Vilafranquense ao minuto 11, com João Ramos a isolar-se. O avançado de Vila Franca ainda rematou mais foi assinalado fora de jogo. O Carregado continuava a ter mais posse de bola e o Vilafranquense procurava reagir, a espaços, em contra-ataque.


Foi assim que, ao minuto 28, depois de uma falha defensiva do Carregado, Gonçalo Macieira levou a bola à linha, cruzou e, no meio da confusão que se instalou na pequena a bola acabou no fundo da baliza dos carregadenses, com o golo a ser atribuído a Rodrigo Pinto.


Um balde de água fria para o Carregado, que tentou reagir. E, logo ao minuto 34, Gonçalo Ramos, a meio do meio-campo do Vilafranquense, resolveu “disparar”. O remate saiu forte, Fanã terá ficado surpreendido, e a bola só parou no fundo das redes.


Estava feito o empate, muito festejado pelos mais de 400 adeptos do Carregado. No segundo tempo, o Carregado dominou até perto dos 25 minutos, sem criar tanto perigo como na primeira parte, mas remetendo o Vilafranquense a uma postura mais defensiva.


A meio da segunda parte entraram Diogo e André Martins no Carregado, para os lugares de Daniel Gomes e de Marçal e entraram Daniel Coelho e Rodri no Vilafranquense para os lugares de Luís Lopes e de Miguel Coelho. Pouco a pouco, o Vilafranquense foi conquistando o controle da partida.


Até que ao minuto 45 (90) da segunda parte dá-se o lance decisivo. Pontapé de canto para o Vilafranquense. A bola foi bem colocada na área, junto ao primeiro poste (ver foto), dois jogadores do Carregado subiram e parecem ter desviado a bola no sentido da sua baliza.


O guardião Diogo foi traído pelo desvio, a bola só parou no fundo das redes, em golo atribuído ao central Vilafranquense Proença. Com esta quinta vitória consecutiva, o Vilafranquense está mais firme no comando da série, com 15 pontos.


Seguem-se Ponterrolense com 12 e menos um jogo e o Venda do Pinheiro também com 12. Na próxima jornada, o Vilafranquense recebe o Venda do Pinheiro.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


留言


03_Eleicoes_Europeias_Imprensa_Digital_Regional_300x250.jpg
Romaria Alcame-2.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

15jun24 Colheita de Sangue Alhandra.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

bottom of page