• Jorge Talixa

Vilafranquense marcou primeiro mas perdeu na Feira


A União Desportiva Vilafranquense voltou a chegar à vantagem, mas acabou por perder, na manhã deste sábado, em Santa Maria da Feira. Vítor Bruno abriu o activo na última jogada do primeiro tempo, mas o Feirense deu a volta nos primeiros 20 minutos da segunda parte. Uma falha defensiva voltou a comprometer os objectivos da equipa de Vila Franca que, no cômputo geral,


até fez uma boa exibição no campo de um dos candidatos à subida. As segundas partes estão, de facto, a revelar-se aziagas para o Vilafranquense. Ou por questões físicas ou por alguma desconcentração, o certo é que já frente ao Benfica B a equipa ribatejana “desperdiçou” uma vantagem de dois golos em poucos minutos. E, neste domingo, frente ao Feirense, o problema repetiu-se. Vítor Bruno marcou ao minuto 45,


mas o arranque da segunda parte correu mal à equipa de Vila Franca, que perdeu a partida e ficou, assim, mais “apertada” na luta pela manutenção. O jogo foi, na generalidade, equilibrado e o Vilafranquense mostrou que tem capacidade para disputar o resultado com as melhores equipas desta II liga. Mas a falta de vitórias vai deixando a equipa em dificuldades. Para este jogo com o Feirense,


João Tralhão manteve a estrutura da equipa, apenas com a entrada de André claro para o lugar de André Dias. No primeiro tempo, o jogo foi vivo, mas as oportunidades de golo escassearam. Até que, ao minuto 45, Vítor Bruno cruzou da esquerda, um avançado ribatejano e um defesa da casa saltaram à bola sem lhe tocar e o guarda-redes do Feirense lançou-se já tarde, permitindo a entrada da bola na baliza.


Para o segundo tempo não houve alterações, mas logo ao minuto 48 o Feirense esteve perto do empate e levou a bola ao poste. No minuto seguinte, lance polémico na área do Vilafranquense, com o Feirense a reclamar grande penalidade e a bola sobrar para o médio Mica, que atirou forte para o fundo das redes e estabeleceu a igualdade. Tentou reagir o Vilafranquense,


que ainda criou algum perigo. Mas, ao minuto 65, Vítor Bruno tocou mal na bola, que espirrou na direcção da grande área da equipa de Vila Franca. Marcus, avançado nigeriano do Feirense, aproveitou e solicitou Fabrício que, isolado, fez o 2-1. João Tralhão ainda tentou


mudar o rumo do jogo com quatro substituições. Evandro Brandão e Carlos Fortes estiveram perto de marcar, mas o resultado já não se alterou. No próximo fim-de-semana, o Vilafranquense recebe o Penafiel e, no dia 17, visita o Cova da Piedade, em jogo em atraso da primeira volta.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações