• Joel Balsinha

Autoridades investigam acidente mortal na Cimpor


Um homem de 57 anos faleceu na sequência de um acidente de trabalho ocorrido na manhã desta quarta-feira, nas instalações da unidade de produção de Alhandra da Cimpor. O óbito foi declarado junto ao cais de transporte de matérias-primas para as embarcações na empresa detida pelo grupo turco Oyak.


As circunstâncias da morte estão sob investigação. Quatro veículos com nove bombeiros da corporação de Alhandra, Viatura Médica de Emergência Médica (VMER) do Hospital de Vila Franca de Xira e Polícia de Segurança Pública foram acionados para o interior das instalações da Cimpor, quando receberam o alerta


para o acidente pelas 10h35. Um inquérito interno foi desencadeado com este trágico acontecimento, que está, também, a ser objecto de uma investigação da Autoridade para as Condições do Trabalho. Uma fonte dos bombeiros confirmou o acidente num tapete rolante que serve para transporte de matéria do cais para os


barcos. O trabalhador fazia manutenção na plataforma quando a máquina se destravou. O falecimento do homem acabou por ser declarado mesmo com a rápida assistência e manobras de reanimação dadas pelos operacionais de socorro. O acidente surgiu onze dias após a Cimpor ter lançado o projeto "safer Together",


em parceria com a dss +. A iniciativa lançada a 1 de Maio (Dia Mundial do Trabalhador) pretende “consolidar a cultura de segurança e assegurar o bem-estar dos seus colaboradores e parceiros”. Nesse sentido, “os processos foram aperfeiçoados e padronizados, trazendo mais rigor e sistematização aos procedimentos”.


Para a Cimpor, a valorização da segurança, da saúde e da vida dos seus colaboradores é um pilar a ser construído diariamente, com o foco num cenário de zero acidentes".


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações