• Jorge Talixa

Benavente tem 25 casos confirmados


O impacto da pandemia no concelho de Benavente agravou-se nas últimas 24 horas com o conhecimento dos resultados dos testes efectuados a trabalhadores da Marinhave. Os dados revelados ao fim da tarde de segunda-feira apontam para 20

casos confirmados de infecção com Covid-19 e para sete casos de resultado negativo. Sujeita a várias condicionantes e medidas preventivas, a delegada de saúde de Benavente autorizou, entretanto, o “restabelecimento provisório” do funcionamento da empresa instalada na freguesia de Santo Estevão. Nesta altura, vinte funcionários da

Marinhave infectados com o covid-19 estão em isolamento social numa Zona de Concentração e Apoio à População (ZCAP) criada no concelho. Os sete funcionários com resultado negativo no teste efectuado, mas que tiveram contactos anteriores com os infectados, estão isolamento profilático noutra ZCAP. “A empresa foi autorizada pela

delegada de saúde a restabelecer provisoriamente a laboração, condicionada à proibição de entrada de trabalhadores que estiveram em contacto com potenciais infectados, mesmo que sem sintomas”, sustenta o Serviço Municipal de Protecção Civil de Benavente. A Marinhave, empresa instalada desde 1994 na freguesia de Santo

Estevão, é o maior complexo de criação de patos da Península Ibérica, produzindo anualmente cerca de 1, 5 milhões de patos. Possui, também, áreas de abate e embalamento de produtos específicos. Nesta altura, o concelho benaventense tem um total de 25 casos confirmados. Dois estão actualmente em internamento hospitalar e os

restantes em situação de isolamento. Regista, também, 27 casos suspeitos em vigilância activa (sem confirmação laboratorial) em isolamento domiciliário “com vigilância activa permanente da delegada de saúde”. No âmbito do Plano Municipal de Emergência, activado a 17 de Março, foram criadas três zonas de concentração e apoio

à população. Para além de todas as recomendações das autoridades de saúde e da prioridade dada aos contactos com a Linha Saúde 24 (808 24 24 24), a autarquia disponibiliza ainda as linhas 263 519 666 e 263 519 668 para eventuais pedidos de esclarecimento.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e Vida Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações