• Jorge Talixa

Hospital voltou a “desviar” doentes urgentes


O Hospital de Vila Franca de Xira registou, na semana passada, uma nova situação de falta de capacidade de resposta para o número de utentes que afluíam à urgência. Pela segunda vez em menos de dois meses, a unidade hospitalar foi obrigada a recorrer ao mecanismo que permite solicitar a orientação de doentes urgentes para outros hospitais da região. Tal como já tinha acontecido a 30 de Dezembro e perante o esgotamento da

capacidade de internamento, o Hospital de Vila Franca de Xira solicitou, no dia 26 de Fevereiro, à Administração Regional de Saúde, o “desvio” temporário de doentes urgentes encaminhados pelo CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes) na sequência de chamadas para o 112. A medida vigorou durante cerca de sete horas e

os doentes que se dirigiram à urgência hospitalar por meios próprios foram atendidos normalmente. De acordo com o Hospital Vila Franca de Xira (HVFX), na tarde dessa quarta-feira registou-se “uma elevada afluência de utentes ao Serviço de Urgência”, o que contribuiu para que a unidade hospitalar atingisse “o nível máximo” do seu plano

de contingência. “Uma das medidas do plano prevê o encaminhamento dos doentes orientados pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) para o hospital de referência, Hospital de São José. Em coordenação com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale Do Tejo (ARSLVT), esta medida foi ativada entre as 16h00 e as

23h00”, explicou o HVFX ao Voz Ribatejana. Segundo a mesma fonte, “esta medida permite garantir aos utentes que continuam a deslocar-se ao Serviço de Urgência pelos próprios meios uma resposta adequada às suas necessidades” e o funcionamento do Hospital regressou à normalidade a partir das 23h00 do dia 26. Saiba mais na edição impressa de 11 de Março do Voz Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações