• Jorge Talixa

Obras condicionam avenida de Alverca


A Câmara de Vila Franca de Xira vai investir cerca de 655 mil euros numa empreitada de requalificação da Avenida Infante D. Pedro, em Alverca. As obras deverão ter início já esta semana e têm um prazo de execução até Junho. A partir desta segunda-feira, a circulação na Infante D. Pedro está, também, condicionada para a realização dos

trabalhos. De acordo com a edilidade vila-franquense, a intervenção prevista contempla “alterações significativas” numa artéria de “particular importância” para a circulação rodoviária e pedonal da cidade de Alverca, que dá acesso à estação ferroviária, ao terminal rodoviário e a diversas escolas. As obras são comparticipadas por fundos

comunitários e, segundo a autarquia, contemplam trabalhos de terraplenagens, drenagem, pavimentação, redes de abastecimento de água, águas residuais domésticas, rega, gás, baixa tensão, iluminação pública e ITED, sinalização e segurança rodoviária e arquitetura paisagista. “Ao nível da acessibilidade inclusiva,

estas obras vão proporcionar elevados padrões de acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada, de modo a permitir que usufruam em pleno dos espaços públicos. Para este efeito, será feito o alargamento da zona de passeio e a introdução de um canal de circulação acessível com pavimento confortável ao longo de toda a

avenida, do lado direito, no sentido Sul-Norte, assim como a uniformização de todas as zonas de atravessamento de peões, com rebaixamento do passeio e colocação de pavimento táctil”, acrescenta a Câmara, prevendo que o projecto venha a “minimizar os conflitos associados à gestão de tráfego, promovendo-se desse modo a melhoria das

condições de segurança rodoviária”. Nesse âmbito, será construída uma rotunda na interseção entre a Av. Infante D. Pedro e a Rua Eng.º Vilar Queiroz, que “irá assegurar razoáveis níveis de capacidade em resultado quer do reduzido número de pontos de conflito, quer das velocidades moderadas que lhe estarão associadas”. A Câmara

alerta, também, para os condicionamentos que será necessário fazer à circulação nesta área no decorrer das obras e apela “à colaboração e à compreensão de todos face aos incómodos que sempre estão associados a este tipo de intervenções, que, uma vez concluídas, se traduzirão em grandes benefícios para a qualidade de vida das

populações”. O Voz Ribatejana sabe que após a conclusão destas obras de requalificação, as autarquias locais pretendem alterar as condições de circulação na Infante D. Pedro, de modo a que o trânsito automóvel passe a fazer-se apenas num sentido.

Saiba mais na edição impressa de 11 de Março do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações