• Jorge Talixa

Primeira parte compromete jogo do Vilafranquense


Com uma primeira parte mal conseguida e depois de ter chegado ao intervalo a perder por 3-0, a União Desportiva Vilafranquense não evitou a derrota frente ao Farense, em partida da quinta jornada da II Liga. Com este resultado, a equipa de Vila Franca de Xira desceu para o penúltimo lugar da tabela, com 3 pontos em cinco partidas. Este jogo da quinta jornada da II Liga era importante para os dois clubes, com o Farense envolvido na luta pelos primeiros lugares e o Vilafranquense a tentar somar pontos para fugir às últimas posições.

Mas a partida não poderia ter começado melhor para o experiente Farense, que inaugurou o marcador logo ao minuto 3, por intermédio de Fábio Nunes. Os algarvios atacaram pela direita, Mayambela solicitou Fábio Nunes e este não se fez rogado, atirou junto ao poste e bateu Rodrigo Josviaki. Tentou reagir o Vilafranquense, que tinha algumas novidades no onze inicial, com as entradas do lateral Nelsinho e do médio Ulisses.

O jogo ficou mais repartido, mas o Farense mostrava-se sempre mais perigoso. O sul-africano Mayambela esteve mesmo perto de marcar por duas vezes, obrigando Rodrigo Josviaki a defesas apertadas. Até que o minuto 25, o mesmo Mayambela marcou mesmo. Fabrício Simões combinou bem com o extremo sul-africano que, isolado, fez o 2-0. Vida complicada para o Vilafranquense, que continuava a tentar responder.

Mas, ao minuto 38, o central Cássio aproveitou bem um pontapé de canto, saltou mais alto que toda a defesa ribatejana e fez o 3-0. Com este resultado ao intervalo havia já pouco a fazer. O técnico Filipe Moreira ainda tentou motivar a equipa, mas sem grande sucesso. E só por uma vez o Vilafranquense esteve perto de marcar. Na próxima jornada, marcada para 22 de Setembro, o Vilafranquense recebe o Estoril-Praia.

Saiba mais na edição impressa de 18 de setembro do Voz Ribatejana

Contador de Visualizações