Normalidade nos combustíveis pode demorar 5 dias

18/04/2019

A greve dos motoristas de transportes de matérias perigosas que, nos últimos três dias, abalou o País foi desconvocada na manhã desta quinta-feira, depois de um acordo de princípio alcançado entre o Sindicato do sector e a Associação que representa as empresas transportadoras. O regresso à normalidade no abastecimento

 

pode demorar dois a cinco dias. Até lá funciona uma “rede prioritária” com 310 postos distribuídos por todo o país onde têm prioridade viaturas de serviços públicos essenciais e os particulares podem abastecer até 15 litros. Na região estão integrados nesta rede três postos do concelho de Vila Franca de Xira (Jumbo de Alverca, Prio do

 

Forte da Casa e Repsol de Vila Franca-Povos). Os postos Galp de Azambuja, Alves Bandeira de Alcoentre, Prio do Porto Alto, “Genérico” de Salvaterra e Galp de Sobral de Monte Agraço também integram esta rede. No início da próxima semana tudo deve regressar à normalidade, numa situação que gerou o pânico entre muitos

 

automobilistas confrontados com a falta de combustíveis em muitos postos, sobretudo de gasóleo. Onde era possível abastecer geraram-se grandes filas e o Governo recorreu à requisição civil e a um plano de contingência para minimizar os transtornos causados nesta quadra da Páscoa. Já na madrugada de quinta-feira uma nova

reunião promovida pelo Governo com representantes do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e da Associação Nacional de Transportadores de Mercadorias (ANTRAM) resultou na assinatura de um protocolo em que as partes se comprometem a procurar um acordo definitivo até final deste ano. O objectivo será

 

definir o acordo coletivo para o sector dos transportes de matérias perigosas, visando “promover e dignificar a actividade de motorista de materiais perigosos”.  De forma a garantir o início das negociações, o SNMMP cessa “com efeitos imediatos a greve geral dos motoristas actualmente em curso, que teve início no dia 15 de Abril”.

 

O Governo, por sua vez, tendo em conta “o interesse do colectivo e a necessidade de garantir a satisfação das necessidades colectivas, admite acompanhar o referido procedimento negocial e criar as condições necessárias para que as partes possam, em paz social e na sequência do cancelamento da greve em vigor, atingir os resultados pretendidos”.

 

Saiba mais na Edição impressa de 24 de Abril do Voz Ribatejana

 

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Please reload

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Please reload

Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
Please reload

Contador de Visualizações

© 2017 por Voz Ribatejana. Todos os direitos reservados.

Informações

Voz Ribatejana - Quinzenário regional

Sede da Redacção e Administração: Centro Comercial da Mina, Loja 3 - Apartado 10040 / 2600-126 Vila Franca de Xira Telefone geral – 263 281329

Correio Electrónico: vozribatejana@gmail.com director.vozribatejana@gmail.com redaccao.vozribatejana@gmail.com comercial.vozribatejana@gmail.com
Proprietário: Jorge Humberto Perdigoto Talixa

Editor: Voz Ribatejana, Lda

Director: Jorge Talixa (carteira prof. 2126)

Editor Multimédia: Rui Miguel Ferreira Talixa

Redacção: Carla Ferreira (carteira prof. 2127), Joel Balsinha, Hugo Clarimundo, Jesus Lourenço, Hipólito Cabaço, Paula Gadelha (cart. prof 9865)

Área Administrativa e Comercial: Isabel Pinto, Júlio Pereira (93 88 50 664), Afonso Braz (93 66 45 773), Carlos Pinto (96 44 70 639)

Assinaturas: Portugal – 1 ano (24 números) 12 euros - Resto da Europa - 1 ano 40 euros Registo de Imprensa na ERC: 125978

Impressão: Coraze
Redacção: Centro Comercial da Mina, Loja 3 2600 Vila Franca de Xira - Telefone - 263 281 329 . Telemóvel - 96 50 40 300