Câmara justifica abate de 50 árvores com danos nos passeios

11/04/2019

A Câmara de Arruda dos Vinhos desenvolveu, nos últimos dois dias, uma acção de corte de cerca de 50 árvores que existiam num passeio da chamada “Recta da Fresca”. A autarquia justifica a operação com os desníveis e danos causados no passeio por algumas das árvores e articulou a intervenção com uma empresa distribuidora, que vai instalar ali uma rede de distribuição de gás natural e repor os passeios. A iniciativa tem gerado alguma

 

polémica devido à dimensão da operação e ao facto de terem sido abatidas dezenas de árvores aparentemente saudáveis. Em comunicado, a Câmara de Arruda anuncia condicionamentos à circulação do trânsito e de peões nesta área da Recta da Fresca (troço da Estrada Nacional 248) entre o entroncamento com a Rua da Marquesa e o entroncamento com a Estrada de S. João. A autarquia acrescenta que “devido a trabalhos de ligação da rede do

gás natural na Recta da Fresca no sentido Arruda dos Vinhos / Sobral de Monte Agraço, o trânsito far-se-á por circulação alternada, com recurso a semáforos, no período de 10 a 18 de Abril de 2019”. “Mais se informa que, ao abrigo destes trabalhos, irá ser melhorada a circulação pedonal e o espaço público envolvente nesta via, sendo que para o efeito haverá a necessidade da recolocação das árvores existentes”, sublinha a edilidade. O Voz

 

Ribatejana questionou a Câmara de Arruda sobre a necessidade do abate generalizado das árvores ali existentes e sobre a informação que sobre o assunto terá sido prestada aos moradores. “Pelas razões expressas no aviso há necessidade de levantar todo o passeio para a instalação da conduta do gás natural. Ao realizar-se esta operação relacionada com o gás natural, aproveitou a autarquia para efectuar um trabalho mais profundo no que diz respeito

à circulação pedonal naquela zona. Aquelas árvores têm vindo, ao longo do tempo, devido às suas raízes, a levantar e a deteriorar os passeios, dificultando a circulação das pessoas e impossibilitando a  circulação em cadeiras de rodas, por exemplo”, alega a Câmara de Arruda em resposta ao Voz Ribatejana. “Vamos retirar as árvores e recolocar o passeio em toda a sua extensão, de forma a melhorar significativamente a circulação

 

pedonal, bem como replantar árvores com outras características para não afectar o passeio, nem a própria estrutura da estrada, já afetada pelas raízes das árvores em alguns locais”, conclui a autarquia arrudense, garantindo que “os residentes foram todos informados” desta intervenção.

 

Saiba mais na Edição impressa de 24 de Abril do Voz Ribatejana

 

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Please reload

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Please reload

Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
Please reload

Contador de Visualizações

© 2017 por Voz Ribatejana. Todos os direitos reservados.

Informações

Voz Ribatejana - Quinzenário regional

Sede da Redacção e Administração: Centro Comercial da Mina, Loja 3 - Apartado 10040 / 2600-126 Vila Franca de Xira Telefone geral – 263 281329

Correio Electrónico: vozribatejana@gmail.com director.vozribatejana@gmail.com redaccao.vozribatejana@gmail.com comercial.vozribatejana@gmail.com
Proprietário: Jorge Humberto Perdigoto Talixa

Editor: Voz Ribatejana, Lda

Director: Jorge Talixa (carteira prof. 2126)

Editor Multimédia: Rui Miguel Ferreira Talixa

Redacção: Carla Ferreira (carteira prof. 2127), Joel Balsinha, Hugo Clarimundo, Jesus Lourenço, Hipólito Cabaço, Paula Gadelha (cart. prof 9865)

Área Administrativa e Comercial: Isabel Pinto, Júlio Pereira (93 88 50 664), Afonso Braz (93 66 45 773), Carlos Pinto (96 44 70 639)

Assinaturas: Portugal – 1 ano (24 números) 12 euros - Resto da Europa - 1 ano 40 euros Registo de Imprensa na ERC: 125978

Impressão: Coraze
Redacção: Centro Comercial da Mina, Loja 3 2600 Vila Franca de Xira - Telefone - 263 281 329 . Telemóvel - 96 50 40 300