Vilafranquense reduzido a nove perde com Mafra

05/03/2018

Numa partida em que até entrou muito bem e esteve a ganhar, a União Desportiva Vilafranquense ficou reduzida a nove elementos e acabou por perder por 1-2 com o Mafra. A arbitragem foi muito contestada pela equipa e pelos adeptos do Vilafranquense, que tem agora a vida mais complicada no Campeonato de Portugal.

 

Mudou tudo à passagem do minuto 71, quando o árbitro José Rodrigues, na sequência de um livre, descortinou uma falta de um defesa de Vila Franca dentro da área e marcou grande-penalidade. A decisão gerou enorme contestação e resultou na exibição de cinco cartões amarelos e dois vermelhos. Primeiro foi Luquinhas a ver o cartão, depois João Freitas foi expulso com duplo amarelo e o capitão Anta também protestou e acabou por ter o mesmo destino - expulso com duplo cartão amarelo.

 

O Vilafranquense até realizou, provavelmente, a melhor primeira parte do campeonato. Num jogo entre os dois primeiros colocados, a equipa ribatejana entrou pressionante e rápida sobre a bola e nos primeiros oito minutos criou três oportunidades flagrantes de golo, uma delas com um remate de Luís Pinto à trave. O Mafra parecia retraído e foi com naturalidade que Diogo Izata, à passagem do minuto 19, fez o 1-0, beneficiando de um ressalto dentro da área.

 

Até perto do final do primeiro tempo, o Vilafranquense continuou a dominar e ao minuto 35 Luís Pinto voltou a falhar por pouco, acertando desta vez no poste direito. Mas as coisas começaram a mudar ao minuto 42, quando um cruzamento da esquerda foi mal cortado pela defesa ribatejana e Bruninho, o melhor marcador da Série D, soube aparecer no local certo e fazer o tento da igualdade.

 

Na segunda parte, o Mafra refrescou o ataque e equilibrou mais a contenda. E, ao minuto 71, a grande-penalidade, convertida também por Bruninho, deu um “golpe” final no Vilafranquense, que jogou mais de 20 minutos com menos dois elementos em campo. A equipa ribatejana mostrou garra e conseguiu mesmo assim criar perigo, mas não chegou à igualdade.

 

O próprio guarda-redes Carlos esteve perto de marcar, num remate de meio campo que quase surpreendia o guarda-redes contrário. Para a história fica a derrota por 1-2 e um panorama mais complicado nesta Série D do Campeonato de Portugal para o Vilafranquense, que tem agora apenas dois pontos de vantagem sobre o Praiense e joga no próximo domingo em Angra do Heroísmo frente ao Lusitânia.          

   

Saiba mais na edição impressa de 14 de Março do Voz Ribatejana

 

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Please reload

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Please reload

Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
Please reload

Contador de Visualizações

© 2017 por Voz Ribatejana. Todos os direitos reservados.

Informações

Voz Ribatejana - Quinzenário regional

Sede da Redacção e Administração: Centro Comercial da Mina, Loja 3 - Apartado 10040 / 2600-126 Vila Franca de Xira Telefone geral – 263 281329

Correio Electrónico: vozribatejana@gmail.com director.vozribatejana@gmail.com redaccao.vozribatejana@gmail.com comercial.vozribatejana@gmail.com
Proprietário: Jorge Humberto Perdigoto Talixa

Editor: Voz Ribatejana, Lda

Director: Jorge Talixa (carteira prof. 2126)

Editor Multimédia: Rui Miguel Ferreira Talixa

Redacção: Carla Ferreira (carteira prof. 2127), Joel Balsinha, Hugo Clarimundo, Jesus Lourenço, Hipólito Cabaço, Paula Gadelha (cart. prof 9865)

Área Administrativa e Comercial: Isabel Pinto, Júlio Pereira (93 88 50 664), Afonso Braz (93 66 45 773), Carlos Pinto (96 44 70 639)

Assinaturas: Portugal – 1 ano (24 números) 12 euros - Resto da Europa - 1 ano 40 euros Registo de Imprensa na ERC: 125978

Impressão: Coraze
Redacção: Centro Comercial da Mina, Loja 3 2600 Vila Franca de Xira - Telefone - 263 281 329 . Telemóvel - 96 50 40 300