• Jorge Talixa

Vila Franca de Xira pode ficar sem marina

A marina de Vila Franca de Xira foi inaugurada a 31 de Maio de 2003, mas passados 14 anos grande parte dos custos de implantação desta estrutura com capacidade para 84 embarcações nunca foram pagos à empresa construtora. Agora, cansada de esperar, a firma escreveu à União Desportiva Vilafranquense (UDV) exigindo 280 mil euros alegadamente em falta e ameaçando retirar a totalidade dos pontões se o clube não pagar até final deste ano. Sem capacidade financeira para responder e há vários anos gerida por uma comissão administrativa por falta de listas para os órgãos directivos, a UDV apelou à ajuda da Câmara. Mas a autarquia considera que vai ser difícil ajudar, porque logo na altura da inauguração contribuiu com cerca de 170 mil euros que, ao que parece, nunca terão chegado à empresa que instalou a marina.

“A Câmara assegura que entregou um cheque à direcção da altura, mas não sabemos o que aconteceu a esse dinheiro, porque o construtor da marina não chegou a receber esse valor”, explica, ao Voz Ribatejana, um dos responsáveis da comissão administrativa da UDV, vincando que a empresa tem reclamado este valor de 170 mil euros acrescido de juros.

O assunto foi também abordado na última sessão camarária de Vila Franca, com a vereadora Cláudia Martins (CDU) a questionar o executivo PS sobre o apoio que poderá dar ao clube. “Da nossa parte, relativamente à marina, nós pagámos. O que aconteceu a seguir não sei, mas que pagámos, pagámos”, afiançou Alberto Mesquita, presidente da Câmara, admitindo que a situação é “complicadíssima”. O edil prometeu marcar rapidamente uma reunião com a comissão administrativa do clube, mas salienta que não se pode comprometer com nada. “A Câmara assumiu um compromisso com a UDV, que honrou. O que aconteceu a seguir não sei”, rematou o autarca.

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações