• Jorge Talixa

Vilafranquense perde com golo aos 50 segundos


Um golo na primeira jogada de ataque valeu ao Mafra a vitória frente ao Vilafranquense, em jogo da jornada quatro da II Liga disputado na noite de segunda-feira. Com este resultado, a equipa de Vila Franca mantém-se na cauda da classificação. O jogo ficou ainda marcado pela forma como dois jogadores ribatejanos


necessitaram de assistência hospitalar. O novo técnico Filipe Gouveia optou por manter a estrutura base da equipa e o Vilafranquense até não esteve mal na partida da passada segunda-feira em Mafra. Mas não pôde contar com Eric Veiga e Jaquité (convocados para as respectivas selecções)


e sofreu um golo logo aos 50 segundos de jogo que acabaria por se revelar decisivo para o desfecho final. Até foi a equipa de Vila Franca a sair com a bola no começo da partida, mas o Mafra recuperou o esférico e, num ataque rápido, a bola sobrou para Andrezinho, que fez o 1-0.


Um arranque de jogo completamente inesperado que afectou de algum modo a prestação da equipa de Vila Franca, que sentia muitas dificuldades para manter a posse de bola e para tentar chegar à área adversária. Pelo contrário, o Mafra mostrava-se tranquilo e criava várias jogadas de perigo,


sobretudo com cruzamento e bolas em profundidade para o holandês Okitokandjo. Para o segundo tempo, os dois treinadores mantiveram os onzes iniciais, mas pouco depois o lateral Edu Machado teve que ser substituído, porque, numa disputa de bola, foi atingido com uma cotovelada num olho.


O jogador do Vilafranquense necessitou mesmo de assistência hospitalar e está a recuperar bem. Nesta segunda metade, os ribatejanos mostraram mais dinâmica de jogo e mais agressividade na disputa de bola e foram mesmo superiores em vários períodos de jogo. Já perto do minuto 60,


Filipe Gouveia fez entrar Sangaré e André Dias para os lugares de Evandro e de Nuno Rodrigues e, logo a seguir, o Vilafranquense construiu uma das suas melhores oportunidades de golo. André Dias arrancou sozinho pela esquerda e cruzou atrasado, onde Baldé, livre de adversários,


atirou enrolado e muito por cima da trave. O Vilafranquense chegava com mais facilidade à área adversária continuou a criar algum perigo. Até que ao minuto 78, a equipa de Vila Franca sofreu novo susto, com o central Mendy a perder os sentidos e necessitar de socorro no relvado.


Foi depois assistido na ambulância e transportado ao hospital, mas está a recuperar bem. Até final, o Vilafranquense ainda tentou chegar à igualdade, mas não conseguiu marcar. Na próxima jornada, o Vilafranquense recebe o Chaves.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações