• Jorge Talixa

Vilafranquense empata e muda de treinador


A União Desportiva Vilafranquense somou o primeiro ponto na nova época da II Liga, com um empate “caseiro” frente ao Sporting da Covilhã. A equipa ribatejana marcou primeiro, mas consentiu o empate quatro minutos depois. Já esta terça-feira, a direcção da sociedade anónima desportiva do Vilafranquense anunciou a saída do treinador Carlos Pinto e a entrada de Filipe Gouveia para o comando técnico da equipa.


Filipe Gouveia, de 48 anos, tem uma experiência bastante diversificada e trabalhou, nos últimos três anos, na Arábia Saudita. Antes já treinara clubes como o Leixões, a Académica e o Boavista. Na partida de segunda-feira, frente ao Covilhã, Carlos Pinto introduziu algumas alterações no onze inicial, com as entradas de Gabriel Pereira, Jaquité (recém-contratado ao Tondela), Belkheir, Umaro Baldé e Evandro Brandão.


Simão Júnior e Bernardo Martins, expulsos no jogo anterior, cumpriram castigos. A partida, disputada em Rio Maior, começou equilibrada, com algumas oportunidades para cada uma das equipas, mas progressivamente Vilafranquense e Covilhã assentaram estratégias e o jogo passou a ser mais disputado a meio campo. O Covilhã apostava sobretudo nas bolas paradas e nos cruzamentos para a área.


O Vilafranquense revelava algumas falhas defensivas e apostava no jogo em profundidade. Para o segundo tempo, os onzes iniciais mantiveram-se, mas as características do jogo mudaram, com mais espaço, mais jogadas de perigo e golos. No Vilafranquense, Jaquité mostrou bons pormenores e sobretudo Eric Veiga destacou-se pelas bolas que recuperou e pela qualidade dos cruzamentos e das bolas paradas.


Foi assim que o Vilafranquense esteve perto de marcar ao minuto 53 e novamente ao minuto 59, quando Sangaré (substituiu Baldé) flectiu para o interior do terreno e atirou, forte, à figura do guardião Leo. Dois minutos depois, o Vilafranquense inaugurou, finalmente, o marcador (primeiro golo ao quarto jogo oficial), com Eric Veiga a marcar um pontapé de canto muito chegado à baliza,


Leo a conseguir afastar a bola em cima da linha, mas Belkheir a revelar-se oportuno e a atirar para o fundo das redes, concretizando o 1-0. Reagiu o Covilhã e, ao minuto 65, numa boa jogada de Jean Phillipe pela direita, a bola cruzou a área ribatejana e o possante Jô subiu mais alto e cabeceou para o fundo das redes de Vila Franca. Até final, o jogo manteve-se repartido, com algumas oportunidades,


mas nos últimos minutos as duas equipas pareceram “conformadas” com a igualdade e com a repartição de pontos. Na próxima jornada, o Vilafranquense visita o Mafra.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações