top of page
banner_voz_ribatejana(5).jpg

press to zoom

press to zoom
1/1
  • Jorge Talixa

Palha Blanco, Forcados e Tauroleve lideraram em 2022


Foto de Ana Serra


A temporada de 2022 registou 191 espectáculos taurinos, mais 70 do que no ano anterior, ainda muito marcado pela pandemia. De acordo com a Prótoiro-Federação Portuguesa de Tauromaquia, o público cresceu cerca de 105 por cento (mais do que duplicou) face ao ano anterior, atingindo os 375 200 espectadores.


A cidade de Vila Franca de Xira liderou no número de corridas, o Grupo de Forcados de Vila Franca foi o que mais pegou e a empresa liderada pelo vila-franquense Ricardo Levesinho a que mais espectáculos organizou. Com os efeitos e restrições da pandemia já bastante atenuados, a temporada taurina de 2022 revelou um forte crescimento do sector face ao ano anterior.


Num levantamento agora divulgado pela Prótoiro-Federação Portuguesa de Tauromaquia constata-se que houve mais 70 espectáculos taurinos e que o número de espectadores mais do que duplicou por comparação com 2021.


“No primeiro ano pós-pandemia, o número de touradas cresceu 58% em relação a 2021, passando de 121 para 191 touradas e o público aumentou 105%, subindo de 182.600 em 2021 para 375.200 espectadores em 2022”, sublinha a Prótoiro, frisando que a temporada tauromáquica de 2022 “foi a primeira sem restrições pandémicas e o setor mostrou uma grande resliência e vitalidade, com indicadores de crescimento muito altos, estando já em números próximos aos de 2019”.


Em 2022, refere a Federação de Tauromaquia (junta as associações nacionais de toureiros, forcados, empresários, criadores de toiros de lide e tertúlias taurinas), realizaram-se 191 espectáculos tauromáquicos, o que corresponde a uma subida de 58%, obtendo um total de 375.200 espectadores (182.600 em 2021), o que representa um crescimento de 105% face a 2021.


“O ano de 2022 mostrou uma grande resiliência do setor tauromáquico e, terminadas as limitações na realização de espectáculos, registou-se um grande crescimento no número de espectáculos e de público, que voltou a acorrer em massa às corridas de toiros, o que mostra bem o apego dos portugueses à cultura tauromáquica”, salienta Diogo Durão, presidente da ProToiro e da Associação Nacional de Grupos de Forcados, citado pela Federação.


Outro dado relevante, sublinha a Prótoiro, é o facto de o número total de corridas de toiros ter aumentado 11% face a 2019 (passou de 138 em 2019 para 153 em 2022), superando o número pré-pandemia.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Tags:

Banner VozRibatejana_178x66mm_AF(2).jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
300x250.jpg
14878_IMT_Voz Ribatejana_300x250.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

press to zoom

press to zoom
1/1

VR Solidário

Cartazes datas JAN 2023.jpg

Contador de Visualizações

bottom of page