top of page
voz_ribatejana_25abril_comemor.municip.27x4cm.jpg
festival-arroz-carolino-2024.png
XiraSoundFest24_Voz Ribatejana_17,8x6,6cm(1).jpg
  • Foto do escritorJorge Talixa

Golo em fora de jogo “trama” Vilafranquense


O jogo até começou bem para o Vilafranquense, que foi o primeiro a marcar. Mas os ribatejanos consentiram o empate ainda na primeira parte e acabaram por perder na “recepção” ao líder Moreirense. A equipa de arbitragem também contribuiu para a derrota, ao validar o segundo golo do Moreirense, claramente precedido de fora de jogo.


A equipa de Vila Franca de Xira ainda beneficiou de uma grande-penalidade, mas Nenê meteu mal o pé à bola e atirou por cima da trave. Com esta derrota, o Vilafranquense atrasou-se um pouco na luta pelo terceiro lugar que dá acesso ao play-off de subida à I Liga.


Na partida frente ao líder Moreirense, o técnico Rui Borges apresentou um onze semelhante aos dos jogos anteriores e o jogo começou equilibrado, até que, ao minuto 20, Edson Farias fugiu pela direita e cruzou atrasado para entrada da área onde, sem marcação, Nenê rematou forte para o fundo das redes.


Nos minutos seguintes, a equipa de Vila Franca de Xira continuou a criar mais perigo, mas, ao minuto 31, num cruzamento rasteiro do lateral Frimpong, a bola atravessou a pequena área do Vilafranquense e João Machado, do lado contrário, aproveitou para fazer o golo da igualdade. Até final da primeira parte escassearam as oportunidades e, ao intervalo, não houve substituições.


Com 55 minutos jogados, Dioh tentou aproveitar o adiantamento do guardião Kevin, mas a bola saiu ao lado e, no minuto seguinte, num livre marcado por Alanzinho, o central Hugo Gomes foi mais rápido e cabeceou para o 1-2. Árbitro e fiscal de linha confirmaram o golo, mas as imagens televisivas mostram claramente que o jogador do Moreirense estava em fora de jogo (mais de um metro).


Protestaram os ribatejanos, mas a decisão estava tomada. O Vilafranquense, ainda assim, reagiu, com remates perigosos de Belkheir e de Nenê. Até que ao minuto 70, o guardião Kevin permitiu a aproximação de Nenê, que lhe tentou “roubar” a bola.


O guarda-redes brasileiro “assustou-se” e fez falta sobre o seu compatriota. Mas, na marcação da competente grande-penalidade, Nenê não esteve bem e atirou bastante por cima da trave. Até final, apesar das substituições, o resultado não se alterou.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Comments


300x250px_banner.png
15 Caminhada Amor do Peito-page-001-2.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

Cartaz 24 de maio vs.jpg
bottom of page