top of page
banner_178 x66 mm_Voz Ribatejana_compressed-page-001_edited.jpg
Voz Ribatejana_178mmX66mm_Passerelle2024_Prancheta 1.jpg
Banner Festas Alverca.png
  • Foto do escritorJorge Talixa

Alverca vai ficar mais perto do Tejo


A empreitada de construção da 1.ª fase do Parque Linear Ribeirinho do Estuário do Tejo (Alverca/Sobralinho) foi consignada no dia 23, numa cerimónia realizada no Depósito-Geral de Material Aeronáutico. A obra envolve um investimento de 6, 55 milhões de euros e uma extensão de quase 5 quilómetros de frente ribeirinha.


“O nosso concelho e em particular a União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, fica, assim, cada vez mais Tejo e cada vez mais Lisboa. Fica cada vez mais Tejo pela aproximação drástica que se vai fazer da cidade ao nosso rio, com espaços de visitação e de fruição de altíssima qualidade e que vão permitir uma nova relação com o nosso Tejo.


Mas fica também neste ano de 2023 mais Lisboa, porque Loures finalmente está a fazer o troço do caminho ribeirinho que lhe faltava, para interligar o nosso caminho, que já chega ao limite sul do nosso concelho, na Póvoa de Santa Iria, ao Parque das Nações”, vincou Fernando Paulo Ferreira, presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, salientando que, com estes projectos de reabilitação da frente ribeirinha do Tejo “conseguir-se-á, em breve, ir de bicicleta, a correr ou a andar, junto ao rio, da cidade de Alverca do Ribatejo à cidade de Lisboa”.


Esta primeira fase do Parque Linear Ribeirinho do Estuário do Tejo (Alverca/Sobralinho) abrange uma área de cerca de 14, 1 hectares e, para além de caminhos pedonais e cicláveis, contempla, também, a criação de uma praia fluvial, na zona da antiga “praia dos tesos” de Alverca.


Pretende valorizar o património natural e paisagístico das áreas de elevado valor natural, promover o Turismo da Natureza, criar zonas de estadia e contemplação da avifauna e da paisagem e implementar medidas de minimização do impacto da subida do nível das águas do mar em consequência das alterações climáticas.


“Este troço vai chegar até à zona do Adarse, a norte de Alverca do Ribatejo, estando já previsto a sua continuação até Alhandra, com a execução de uma praia fluvial, num projeto que apostamos ser verdadeiramente moderno.


Hoje estamos a dar o primeiro passo desta fase, que pretendemos juntar aos 12 quilómetros já construídos, naquela ambição que é juntar a nossa margem direita do Tejo, ao longo de 22 quilómetros”, referiu Fernando Paulo Ferreira.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Comments


anuncio-ajustado.jpg
cartaz_mupi_grcbr-2.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

15jun24 Colheita de Sangue Alhandra.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

bottom of page