top of page
VozRibatejana.gif
CMB 252x115-2.jpg
Voz_Rib_178x66mm-01.jpg
  • Joel Balsinha

Alverca somou mais um ponto em Coimbra


Futebol Clube de Alverca e Académica de Coimbra empataram, no sábado, em partida da jornada seis da fase de subida da Liga 3. Com mais este ponto somado, o Alverca manteve a segunda posição (dá acesso à subida directa) em igualdade pontual com o Braga B. O campeonato tem, agora, um interregno de uma semana e regressa a 30 de Março, com o Alverca a receber o líder destacado Lusitânia de Lourosa.


Na semana seguinte joga-se o Alverca-Braga B, que pode ser decisivo nas contas da subida à II Liga. No jogo de Coimbra não houve golos. Os ribatejanos limitaram-se a gerir o encontro e os da Académica OAF não aproveitaram as oportunidades criadas para chegar ao golo. O primeiro tempo foi marcado pelo domínio dos da casa que desperdiçaram três oportunidades para bater o guarda-redes do Alverca.


O início da partida até foi para os visitantes, mas uma recuperação de bola permitiu que o primeiro remate a uma baliza surgisse logo aos três minutos para os da “Briosa”, através de Tiago Veiga. O cabeceamento saiu fraco para as mãos do guardião alverquense João Bravim. Passado pouco tempo, foi a vezes de Lucas Henrique, que causou de novo algum perigo junto da área do Alverca. O remate saiu por cima da baliza.


Os futebolistas orientados por João Pereira apenas conseguiram acercar-se das redes adversárias aos catorze minutos. A equipa aproveitou o espaço dado e numa jogada de contra-ataque e Pierre Sagna levou a bola à malha lateral de Carlos Alves. De canto a Académica voltou a criar perigo dentro da área alverquense.


O cabeceamento de Aloísio obrigou a uma grande defesa a João Bravim aos dezasseis minutos. O guarda-redes impediu o golo apenas com uma luva. Como não há uma sem duas, a Académica OAF testou outra vez João Bravim. O guarda-redes ribatejana impediu o que seria um golo quase certo dos seus oponentes. Juan Perea recebeu uma bola proveniente do cruzamento de João Silva e rematou, aos 20 minutos de jogo.


Como contra fatos não há argumentos, o predomínio do jogo continuou no segundo tempo para os da casa. Apesar do primeiro remate na retoma da partida ter sido para o Alverca, por Diogo Martins, aos 51 minutos. Volvidos sete minutos, o avançado coimbrão Juan Perea introduziu mesmo a bola na baliza à guarda de João Bravim. O golo acabou invalidado pela equipa de arbitragem.


As primeiras substituições deram-se aos sessenta e dois minutos com a saída de Pierre Sagna e entrada de Luiz Miguel para o FC Alverca. As mexidas não ficaram por aqui e também saíram João Costa e Harramiz e entrou Khalid Hachadi e José Varela para os ribatejanos.


O zero a zero manteve-se até final e o Alverca conseguiu conquistar um ponto precioso na corrida pela subida à II Liga. A equipa alverquense soma, agora, 11 pontos. menos cinco do que o líder Lourosa e mais cinco do que os quartos classificados.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


留言


anuncio5.jpg
BRN3C2AF4C72910_038798-page-001_edited.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

Colheita 16 de abril ESFC vs.jpg
bottom of page