• Jorge Talixa

Assembleia de Vila Franca defende tauromaquia


A Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira aprovou, por larga maioria, uma moção que defende a preservação da tauromaquia como parte importante do património cultural e da identidade do concelho. Apresentada pelo CDS-PP, a moção recebeu votos favoráveis de PS, PSD, CDS-PP, abstenções de CDU, BE e Partido da Terra e dois votos contra do PAN e do BE. O documento, apresentado por António Martins, eleito do CDS-PP, realça a importância de toda a tradição cultural associada à tauromaquia e necessidade de, dentro do espírito democrático, respeitar estes valores e os que apreciam os espectáculos taurinos. Destaca, também, que a tauromaquia é um factor identitário do concelho de Vila Franca de Xira e a importância social e económica que estas actividades têm na vida da região.

Defende, por isso, a preservação da tauromaquia enquanto património cultural português. No início da sessão já os eleitos Adélia Gominho (PAN) e Paulo Afonso (PS) haviam apresentado declarações políticas sobre esta temática, com a deputada municipal do PAN a defender que as tradições evoluem e que no caso da tauromaquia devem evoluir no sentido da protecção dos direitos dos animais. Já Paulo Afonso apoiou as tomadas de posição da Câmara a favor da tauromaquia, frisando que “faz parte da cultura e da identidade do concelho de Vila Franca de Xira”. A declaração dos socialistas defende, igualmente, uma postura de “tolerância” que “respeite a diversidade” e que valorize tradições como a tauromaquia.

Saiba mais nas edições impressas de 28 de Novembro e 12 de Dezembro do Voz Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações