top of page
banner_voz_ribatejana(5).jpg

press to zoom

press to zoom
1/1
  • Jorge Talixa

Vilafranquense regressa às vitórias e ao terceiro lugar


Depois de cinco jogos sem vencer (dois para o campeonato e três para a Taça da Liga), a União Desportiva Vilafranquense regressou às vitórias na “recepção” ao Leixões. Um triunfo por 2-0 que colocou os ribatejanos novamente no terceiro lugar da tabela, lugar de “play-off” de subida à I Liga.


Sem grandes alterações no onze que, na jornada anterior, empatara na Covilhã, a União Desportiva Vilafranquense recebeu o Leixões no Estádio de Rio Maior e conseguiu voltar aos triunfos. Os golos surgiram só na parte final da partida, mas a equipa de Vila Franca de xira mostrou-se mais eficiente e Nenê voltou a ser decisivo no desbloquear do resultado. O Leixões tem um bom plantel e segue e meio da tabela.


A equipa de Matosinhos até entrou melhor na partida, com mais posse e mais ataques com algum perigo, valendo muitas vezes a segurança do guardião Pedro Trigueira. Do lado contrário, Belkheir respondeu de cabeça a um cruzamento, mas a bola “fugiu” por cima da baliza.


O jogo prosseguiu animado, mas sem grandes oportunidades. Até que ao minuto, Bernardo protagonizou uma boa jogada, isolou-se e só a saída do guardião Bernardeau a fazer a “mancha” evitou o golo inaugural. Para o segundo tempo não houve alterações nas equipas, mas o técnico leixonense refrescou, depois, o ataque com as entradas de Fabinho e de Agostinho.


Respondeu Rui Borges com a entrada de Edson Farias para fazer o corredor no lugar de Leo Alaba (amarelado). E, ao minuto 66, numa boa jogada de Eric pela esquerda, o lateral ribatejano cruzou atrasado e Nenê, oportuno, fez o golo inaugural.


O remate até saiu um pouco “enrolado”, mas acabou por fazer um “chapéu” ao guardião leixonense que, ligeiramente adiantado, não teve hipóteses de chegar à bola. Logo a seguir, Rui Borges fez entrar Umaro Baldé e Sangaré para os lugares de Belkheir e de Nenê, refrescando o ataque.


O Leixões tentava partir em busca da igualdade, mas o Vilafranquense controlava melhor o jogo e foi assim que, ao minuto 80, na sequência de um canto, a bola foi desviada no interior da área e sobrou para Luís Silva que, completamente sozinho, cabeceou para o fundo das redes e fez o 2-0 final.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Banner VozRibatejana_178x66mm_AF(2).jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
300x250.jpg
14878_IMT_Voz Ribatejana_300x250.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

press to zoom

press to zoom
1/1

VR Solidário

Cartazes datas JAN 2023.jpg

Contador de Visualizações

bottom of page