top of page
VozRibatejana.gif
CMB 252x115-2.jpg
Banner Salvaterra 25.jpg
  • Foto do escritorJorge Talixa

Vilafranquense regressa às vitórias e às boas exibições


Regressada a um onze próximo do habitual nesta fase do campeonato, a União Desportiva Vilafranquense regressou, também, às boas exibições e triunfou, em Santa Maria da Feira, por 2-1. O golo decisivo foi marcado por Sangaré no último minuto dos descontos.


Com esta vitória, o Vilafranquense mantém-se na quinta posição da tabela, mas aproximou-se do Académico de Viseu, que empatou em Tondela. Mais distantes estão os dois primeiros colocados, Moreirense e Estrela da Amadora.


Na partida de sábado à tarde no terreno do Feirense, o novo técnico da equipa ribatejana regressou à estrutura base da equipa e a melhoria no desempenho da equipa de Vila Franca de Xira foi evidente. Ao onze inicial regressaram Luís Silva, Bernardo e Belkheir e notou-se apenas uma alteração no centro da defesa, com a entrada de Suliman para o lugar de Hermoso.


O Vilafranquense entrou bem na partida e Nenê, ao minuto 9, protagonizou o primeiro remate com algum perigo. Mas, pouco a pouco, o Feirense foi criando mais perigo junto da baliza ribatejana. Reagiu o Vilafranquense no último quarto de hora da primeira parte, com Nenê e Ceitil a obrigarem o guardião Igor a intervenções apertadas.


Nos primeiros 45 minutos a equipa de Vila Franca somou 60 por cento de posse de bola e revelou-se consistente. A segunda metade arrancou sem alterações nas duas equipas mas, logo ao minuto 52, Nenê (quem havia de ser?), lançado em profundidade, passou o guardião Igor e fez o golo inaugural da partida.


Tentou reagir o Feirense (começou a época com algumas ambições, mas está a meio da tabela), que logo no minuto seguinte esteve perto do empate. Entre os minutos 54 e 60, o jogo foi mesmo muito movimentado, com das grandes oportunidades de golo para cada lado.


Ricardo Chéu tentou estabilizar mais a partida fazendo entrar Dioh para o meio campo e Sangaré para dividir as despesas do ataque com Nenê. O técnico do Feirense desdobrou-se em sucessivas substituições sem grandes resultados.


Nenê esteve perto do 0-2 ao minuto 64. Dez minutos depois, Anthony saiu lesionado e foi substituído por Hermoso. E, ao minuto 84, na sequência de um pontapé de canto o central nortenho Cláudio Silva subiu mais alto e fez o golo da igualdade.


Acreditaram os adeptos do Feirense que ainda seria possível a reviravolta, mas a equipa “apagou-se”, não voltou a criar perigo e foi o Vilafranquense, numa excelente jogada de triangulação entre Sangaré e Nenê a fazer o 1-2, já no último minuto dos descontos.


Uma vitória (a primeira de sempre do Vilafranquense no terreno do Feirense muito festejada pela equipa de Vila Franca, que na próxima jornada recebe o Porto B.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Comments


300x250px_banner.png
Bombeiros VFX2.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

Colheita 16 de abril ESFC vs.jpg
bottom of page