• Jorge Talixa

Vilafranquense bate Benfica B e reforça segundo lugar


Com dois golos de Nenê e uma boa exibição, sobretudo na segunda parte, a União Desportiva Vilafranquense bateu, este sábado, o Benfica B por 3-2 e reforçou o segundo lugar na classificação da II Liga. Os ribatejanos somaram, assim, a sua quinta vitória consecutiva, num registo que nunca tinham alcançado neste segundo escalão do futebol profissional.


Frente a um Benfica B com muita juventude, mas também com muita qualidade, o técnico Rui Borges manteve o onze inicial da jornada anterior. O jogo começou repartido, com algum ascendente do Vilafranquense, mas as jogadas de perigo escasseavam.


Até que, ao minuto 31, o capitão André Ceitil aproveitou bem um cruzamento da direita, antecipou-se à defesa e ao guarda-redes do Benfica B e desviou para o fundo das redes. Dois minutos depois, numa jogada semelhante, os encarnados de Lisboa chegaram à igualdade por intermédio de João Resende. O jogo prosseguiu equilibrado, mas ao minuto 37 uma falha de Pedro Trigueira comprometeu os ribatejanos.


O guarda-redes do Vilafranquense recebeu um atraso de um defesa, adiantou a bola, mas não se apercebeu da aproximação de um adversário que, pelas costas, lhe roubou a bola. O esférico sobrou para Paulo Bernardo que não perdoou e fez o 1-2. Com o resultado negativo, o Vilafranquense reagiu. Ao minuto 42 foi Luís Silva a rematar ao poste. Quatro minutos depois, já nos descontos, Nenê fez o golo da igualdade.


O avançado brasileiro marcou um livre descaído para a esquerda e colocou a bola no fundo das redes de Samuel, fazendo a bola entrar junto ao poste. No segundo tempo, a equipa de Vila Franca de Xira entrou muito bem, pressionando alto, roubando muitas bolas no meio-campo do Benfica B, beneficiando de sucessivos pontapés de canto e criando perigo.


Não concretizaram os ribatejanos, o técnico do Benfica B fez mais substituições e o jogo acabou por voltar a uma toada de algum equilíbrio, embora com o Vilafranquense sempre mais perigoso. Nenê furou pela defesa do Benfica B ao minuto 64 e obrigou Samuel a uma defesa de recurso com um ombro. Seis minutos depois entraram Bernardo e Sangaré para os lugares de Luís Silva e de Umaro Baldé.


E, ao minuto 75, na sequência de uma boa jogada pela direita, Alaba cruzou a contento, Nenê subiu mais alto que os centrais adversários e fez o 3-2 (o segundo golo do experiente avançado brasileiro na partida e o quarto no campeonato). Até final, o Benfica B ainda tentou o empate, mas praticamente nunca conseguiu criar perigo e o Vilafranquense justificou a vitória.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações