• Jorge Talixa

Vila Franca também decide cancelar Festival da Juventude


A Câmara de Vila Franca de Xira decidiu cancelar, também, o Festival da Juventude, que estava agendado para os dias 24, 25 e 26 de junho e integrava três concertos com lotação controlada e limitada a 250 pessoas. A autarquia justifica a decisão com o “agravamento da situação pandémica no concelho”


e com um parecer da autoridade de saúde local que “recomenda fortemente o adiamento do evento para uma ocasião epidemiologicamente mais favorável”. No programa da edição 2021 do Festival da Juventude destacavam-se três concertos, previstos para as noites de 24, 25 e 26 de Junho,


no auditório do Ateneu Artístico Vilafranquense. A Câmara, promotora do festival, definira que a lotação estaria limitada a 250 pessoas por concerto e que as entradas seriam controladas por convites levantados previamente. Mas a evolução negativa da pandemia, sobretudo na Região de Lisboa e Vale do Tejo, levou,


agora, a autarquia a decidir também cancelar o Festival da Juventude, tal como já fizera, na semana passada, com o Colete Encarnado. A recomendação de adiamento da autoridade de saúde baseia-se no “princípio da precaução em saúde pública”. A Câmara afiança que, oportunamente,


dará mais informações acerca dos concertos de “Bispo”, “Led On” e “ProfJam”, que integravam a programação deste festival e apela “à compreensão do público que já havia reservado a entrada para estes espetáculos, alertando toda a população para a necessidade do cumprimento das regras sanitárias,


particularmente nesta fase em que se verifica o aumento do número de infetados pela doença covid-19 no concelho e em toda a Área Metropolitana de Lisboa”. De acordo com os dados divulgados esta terça-feira pelo Serviço Municipal de Protecção Civil, o concelho de Vila Franca tem 286 casos activos de covid-19,


mais onze do que na véspera. O município tem, também, uma incidência acumulada de 163 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (dados da Direcção-Geral de Saúde), o que poderá fazer com que não avance no desconfinamento. As áreas mais afectadas são a União


de Freguesias da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa com 106 casos activos. A freguesia de Vialonga tem 76 casos activos e a União de Freguesias de Alverca e do Sobralinho regista 59 casos activos.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações