• Jorge Talixa

Três colhidas graves no Colete Encarnado


Foto de Nuno Sousa


As três esperas e largadas de toiros do Colete Encarnado registaram três colhidas graves e cinco situações com ferimentos ligeiros. No global, a operação de segurança desenvolvida nos quatro dias do Colete Encarnado 2022 registou 45 vítimas das mais variadas situações, desde quedas a indisposições, passando por consumo excessivo de álcool. Trinta e sete destes casos careceram de assistência no local.


Os três casos de colhidas graves registaram-se na sexta-feira (um) e no sábado (dois). O primeiro envolveu um toiro que ficou para trás na espera e surpreendeu alguns assistentes desprevenidos. Já no sábado, a colhida mais grave deu-se na ligação entre a Rua 1º. de Dezembro e o Largo 5 de Outubro.


A vítima, atingida na zona do pescoço, foi assistida no local, transportada ao Hospital de Vila Franca e, posteriormente para o Hospital de São José, onde está em recuperação. A edição 2022 do Colete Encarnado contou com um plano reforçado de segurança, elaborado pelo Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) em articulação com as associações de bombeiros e com a PSP.


Para os quatro dias do evento foram mobilizados 175 efectivos da protecção civil e dos bombeiros, apoiados por uma equipa médica. A Divisão Policial de Vila Franca de Xira também desenvolveu uma ampla operação de segurança, exigida pela dimensão da festa.


Num primeiro balanço, a PSP sublinha que mesmo com o alargar do período em que decorreu o evento e com a grande concentração de massas no interior da cidade, o Colete Encarnado “decorreu sem incidentes de relevo e de forma segura”.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações