• Jorge Talixa

Reabilitação do antigo hospital avança em Vila Franca


A primeira fase do projecto de reconversão do antigo hospital de Vila Franca de Xira avança nas próximas semanas. Os contratos de demolição do edifício mais antigo e de requalificação e adaptação dos edifícios onde será instalada uma unidade de cuidados continuados integrados (UCCI) foram celebrados na tarde de sexta-feira. Se tudo correr bem, até final de 2022 poderão estar concluídas as obras da UCCI e de


construção de uma clínica ambulatória. O designado “Campus de Saúde” de Vila Franca de Xira envolve o reaproveitamento de todo o espaço do antigo hospital vila-franquense, desactivado desde 2013. Para além da UCCI e da clínica de ambulatório (concessionada ao grupo Luz Saúde), contempla a construção de um novo lar de idoso e instalações para serviços de apoio. “Foi um trajecto desafiante, com muita pedras,

com complicações inimagináveis para uma mesa administrativa totalmente desconhecedora destes processos e de tanta burocracia”, salientou Armando Jorge de Carvalho, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca de Xira, instituição proprietária do imóvel e promotora destas intervenções. Realçando o apoio técnico da Câmara e a decisão da autarquia de comparticipar estes projectos em 500 mil


euros, Armando Jorge de Carvalho acrescentou que “esta obra estruturante” criará mais de 200 postos de trabalho e ajudará “a revitalizar esta zona da cidade”. Já Alberto Mesquita, presidente da edilidade vila-franquense, felicitou os responsáveis da Misericórdia por este passo e por terem conseguido chegar a este dia magnífico de lançamento das obras. “É um longo processo de trabalho que tem cinco anos,

que foi complexo, intenso e nem sempre fácil. Naturalmente que a Câmara apoia um projecto que vai requalificar toda esta área do antigo hospital. E é justo realçar o empenho e a determinação da Santa Casa da Misericórdia e da sua mesa administrativa”, acrescentou.


A fase de demolição deverá demorar 4 meses e a instituição vila-franquense também já está a preparar o lançamento do concurso para a edificação da futura clínica de ambulatório, prevendo que estes novos serviços possam entrar em funcionamento em 2023.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Tags:

Contador de Visualizações