top of page
VozRibatejana.gif
CMB 252x115-2.jpg
Voz_Rib_178x66mm-01.jpg
  • Foto do escritorJorge Talixa

Póvoa e Forte já têm 27 mil sem médico


A União de Freguesias da Póvoa de Santa Iria e do Forte da Casa já terá cerca de 27 mil dos seus 45 mil habitantes sem médico de família atribuído. A Câmara de Vila Franca de Xira garante que estão em curso algumas medidas, incluindo a elaboração do projecto para um novo centro de saúde.


Mas a oposição diz que tudo não passa de mais promessas dos socialistas. Com mais de 60 por cento dos seus 45 mil habitantes sem médico atribuído, a União de Freguesias da Póvoa e do Forte é das mais afectadas na região pelo problema.


A unidade de saúde do Forte da Casa não tem, actualmente, nenhum médico colocado para os seus cerca de 13 mil utentes inscritos. E no Centro de Saúde da Póvoa faltam médicos para 14 mil utentes, segundo afirma a CDU, que sustenta que as 20 consultas diárias do atendimento complementar não chegam de modo nenhum para os utentes do concelho e da região actualmente sem médico.


Já Fernando Paulo Ferreira, presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, salienta que, em reunião realizada no dia 4, o ministro Manuel Pizarro prometeu tomar medidas para melhorar a resposta dos centros de saúde do concelho até final de Abril.


O edil de Vila Franca lembrou que, no que diz respeito à Póvoa de Santa Iria, está também prevista a construção de instalações para um segundo centro de saúde. “A pedido das autoridades de saúde temos estado a trabalhar num novo projecto para um novo centro de saúde na Póvoa de Santa Iria.


Estamos a trabalhar para ter mais um edifício para acomodar mais utentes. Mas não é possível dar condições aos utentes se as autoridades de saúde não tiverem condições para contratar mais profissionais.


Essa preocupação também tenho transmitido, uma vez que estamos a desenvolver o projecto do novo edifício”, sublinhou o presidente da Câmara vila-franquense, explicando que a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo já aprovou o programa funcional deste novo centro de saúde previsto para a zona do Casal da Serra.


“De boas intenções está o inferno cheio”, reagiu Nuno Libório, vereador da CDU, considerando que “o que a população gostaria de saber por parte do PS é se há ou não há soluções para mais de 27 mil utentes sem médico de família na União de Freguesias da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa”.


O eleito da CDU acusou ainda o presidente da Câmara de não ter dito que foram as autoridades de saúde que constataram a necessidade e comunicaram a situação à Câmara. “Foi uma decisão técnica do Agrupamento de Centros de Saúde.


É uma coisa antiga. Gostaríamos de conhecer o projecto. Pela sexta vez solicitamos que nos dê conhecimento do projecto, para perceber se corresponde às necessidades”, concluiu Nuno Libório.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Comments


anuncio5.jpg
BRN3C2AF4C72910_038798-page-001_edited.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

Colheita 16 de abril ESFC vs.jpg
bottom of page