top of page
voz_ribatejana_25abril_comemor.municip.27x4cm.jpg
festival-arroz-carolino-2024.png
XiraSoundFest24_Voz Ribatejana_17,8x6,6cm(1).jpg
  • Foto do escritorJorge Talixa

Musicais mobilizam família da ABEI


A Associação de Bem-Estar Infantil (ABEI) de Vila Franca de Xira está a promover, neste mês de Maio, um conjunto de três grandes espetáculos musicais, que mobilizam os alunos, o pessoal docente e não docente e toda a “família” da instituição vila-franquense.


Nos dias 4 e 11 de Maio tiveram lugar as primeiras apresentações e, já no próximo dia 17, sobe ao palco o espectáculo “A Bela e o Monstro”, com alunos dos 2o. e 4o anos. Tudo no auditório do Ateneu Artístico Vilafranquense, que enche para estes “Musicais ABEI”.


“Os musicais da ABEI fazem história desde 2008, quando a ideia surgiu e ganhou corpo, ainda nas antigas instalações do Bairro do Paraíso. O objetivo era apresentar um espetáculo de teatro musical com crianças, de forma de angariar fundos para a viagem de finalistas dos alunos do 4° ano.


Por isso, inicialmente, só os que frequentavam o último ano do 1o Ciclo participavam nos musicais, mas rapidamente se percebeu que a atividade tinha dinâmica e potencial para se estender a todos os alunos da Escola da ABEI”, sublinha a instituição.


“Ao longo dos anos foram apresentados 16 musicais, todos eles com casa cheia, tendo sido assistidos por muitas centenas de pessoas. O projeto começou por subir ao palco da Sociedade Euterpe Alhandrense e passou para o Ateneu, em 2010, para ser possível maior capacidade de assistência.


Em 2023, após uma paragem de oito anos, a atual direção da ABEI decidiu retomar este projeto”, explica Sancha Menino, responsável pela Oficina de Teatro e impulsionadora dos musicais da ABEI, vincando que, este ano, são levados ao palco do auditório do Ateneu, os musicais “Annie” (4 de Maio), “Cats” (11 de Maio) e “A Bela e o Monstro” (17 de Maio).


“As crianças que participam desenvolvem um sentimento de pertença tal ao grupo e à instituição que contamina os restantes colegas e as respetivas famílias”, constata Sancha Menino.


“O objetivo desta educação não formal não é formar atores profissionais, mas sim fazer com que as crianças desenvolvam capacidades através da expressão artistica, o que os irá ajudar no presente e, principalmente, no futuro, enquanto indivíduos, estudantes e profissionais”, acrescenta Carla Silva, diretora Pedagógica do 1o Ciclo da ABEI.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Comments


300x250px_banner.png
15 Caminhada Amor do Peito-page-001-2.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

Cartaz 24 de maio vs.jpg
bottom of page