• Joel Balsinha

Hóquei do Vilafranquense disputa fase decisiva do Nacional


As hoquistas seniores da União Desportiva Vilafranquense (UDV) voltaram a vencer, desta feita por 4-1, na visita ao Clube Académico da Feira, em jogo da décima-quarta jornada do Campeonato Nacional Feminino. O resultado continua a assegurar à equipa de Vila Franca de Xira um dos lugares de acesso aos quartos-de-final da prova. O objectivo assumido é chegar às meias-finais e conseguir um dos quatro primeiros lugares


do Nacional. Na partida da Feira, disputada no dia 23, a equipa ribatejana entrou forte e desde cedo adiantou-se no marcador, por intermédio de Margarida António. Aos 19 minutos teve oportunidade de aumentar para dois-zero, através de Rita Batista, que por duas vezes não conseguiu desfeitear Mónica Alho, do Clube Académico da Feira. A partir daí, as da casa conseguiram criar algumas oportunidades.


O jogo tornou-se bastante intenso e aguerrido entre as hoquistas que subiam e desciam as linhas para travar ataques mútuos. A bola circulava de lado a lado. A um minuto do intervalo, um contra-ataque liderado por Mariana Gomes, depois de uma recuperação de bola na defensiva, com uma combinação com Rita Batista, deu origem a uma mexida no marcador, novamente para a União Desportiva Vilafranquense.


No segundo tempo, as hoquistas da casa, a perderem por dois a zero, lançaram-se ao ataque, com jogadas combinadas e circulação de bola pelas suas atletas no ringue, encostando à defesa as atletas de Rui Marujo. A insistência deu resultado com uma nova incursão de Eduarda Leite, que fez um passe certeiro para Joana Teixeira, que marcou o primeiro e único para a equipa da Feira. A partir daí sobressaiu a guardiã vila-


franquense Sandra Coelho, com um conjunto de defesas que travou as intenções do Académico da Feira. Rita Batista marcou, depois, o terceiro para a UDV e uma sticada de Irina Melício aumentou o resultado para o 4-1 final. “Vamos fazer de tudo para irmos às meias-finais com o Benfica. É difícil.


O nosso ideal é ficarmos entre as quatro primeiras equipas onde estivemos na primeira fase. Agora, ficamos a aguardar adversário para jogarmos os quartos-de-final. Se passarmos é que temos acesso às meias-finais", observou Rui Marujo, técnico da UDV.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações