• Jorge Talixa

Feira e desfile mobilizam tertúlias de Vila Franca


A terceira edição da Feira das Tertúlias de Vila Franca de Xira decorre até domingo. Na abertura, a noite de sexta-feira foi bastante animada no recinto organizado entre a praça de toiros e o Parque Urbano do Cevadeiro. Já no sábado, o programa abriu com um desfile que mobilizou mais de uma centena de


tertulianos. Até domingo haverá, também, colóquios, largadas e corridas de toiros, demonstrações de toureio, gastronomia e muita animação musical. Na inauguração formal da feira, Guilherme Nunes, presidente da Associação de Tertúlias Tauromáquicas de Vila Franca de Xira, agradeceu o apoio e o envolvimento de todos,

vincando que só foi possível organizar a feira em pouco tempo com o apoio de todas as tertúlias. “As tertúlias são isto, é festa, é alegria, é com muita vontade que estamos aqui todos”, sublinhou. Já Armando Jorge de Carvalho, provedor da Misericórdia de Vila Franca de Xira, salientou que a instituição social também é


parceira desta iniciativa e que está sempre aberta para poder colaborar e realçou a mobilização das tertúlias vila-franquenses. Joana Bonita, vereadora da CDU, saudou todas as tertúlias. “Se dúvidas houvesse, fica demonstrado que Vila Franca de Xira não é melhor nem pior, é diferente. O PCP considera que a defesa da

cultura é fundamental para o povo português e que a tauromaquia também se insere nestes valores fundamentais da cultura portuguesa”, observou, destacando o espírito “participado e participativo” das tertúlias e apontando alguma “incoerência” nas posições que o PS assume relativamente à tauromaquia nos


órgãos autárquicos locais e na Assembleia da República. Já Fernando Paulo Ferreira, presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, vincou que “este é mais um momento dos 90 dias em que já estamos a mexer” (programa que antecede os 90 anos do Colete Encarnado) e agradeceu a todas as tertúlias,

a todos os que têm estado de portas abertas e que têm feito eventos. “É importante aproveitar este momento dos 90 anos do Colete Encarnado para mostrar que Vila Franca está bem viva e trazer mais gente a Vila Franca”, defendeu o presidente da Câmara, agradecendo também à Associação de Tertúlias e à Misericórdia


que “tem feito um esforço e mostrado uma generosidade para abrir a Palha Blanco para todos estes eventos, ensinando também aos que não estão ligados à tauromaquia o que é a Festa”, rematou o edil vila-franquense.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações