top of page
VozRibatejana.gif
Mes Enguia.jpg
Voz_Rib_178x66mm-01.jpg
  • Foto do escritorJorge Talixa

Câmara de Vila Franca reclama enterramento da Linha do Norte


Seis meses depois da apresentação da proposta da Infraestruturas de Portugal (IP) para a quadruplicação da Linha do Norte entre Alverca e a Castanheira, a Câmara de Vila Franca de Xira discutiu e aprovou uma tomada de posição formal em que sustenta que a melhor opção em termos urbanísticos é o “enterramento” das quatro linhas entre Alhandra e Vila Franca.


Esta posição da Câmara foi aprovada por maioria, com votos favoráveis de PS, coligação Nova Geração e Chega. Os vereadores da CDU também apontaram o “soterramento” da via-férrea como melhor opção, mas colocaram reservas ao “texto” proposto pelo presidente da Câmara, considerando que não deveria afastar completamente a possibilidade de construção de uma nova linha dedicada à alta velocidade na zona poente do concelho se o enterramento for considerado inviável.


Nova Geração e Chega apoiaram os termos da tomada de posição proposta por Fernando Paulo Ferreira, com o social-democrata David Pato Ferreira a salientar que foi o PSD quem primeiro defendeu o enterramento da Linha do Norte na travessia de Vila Franca, já em 1998.


Barreira Soares, vereador do Chega, considerou que a Câmara deveria contratar uma equipa ou um gabinete especializado para poder avaliar em maior profundidade e rebater, se for caso disso, os argumentos da IP. Anabela Barata Gomes, vereadora da CDU, defendeu que a possibilidade de construção de uma linha autónoma para os comboios de alta velocidade não devia ser, desde já, descartada.


Na tomada de posição agora aprovada, a Câmara vila-franquense considera que “em termos urbanos ideais, a melhor opção será a do enterramento das quatro linhas, devendo a IP revisitar esta possibilidade, para ver efetivamente da sua viabilidade, abrangendo as áreas dos dois núcleos urbanos em causa (Alhandra e Vila Franca).


Por isso, a edilidade sustenta que “a IP deverá estudar melhor esta opção com urgência, para que isso não atrase a quadruplicação das linhas, sob pena de um isolamento do sistema ferroviário urbano das localidades de Vila Franca de Xira e Alhandra”.


O documento agora aprovado diz, ainda, que os impactos de uma nova linha dedicada à alta velocidade seriam mais extensos no conjunto do território concelhio, uma vez que a intervenção criaria uma nova faixa/canal de servidão com mais de 20km de extensão, obrigando a impactantes constrangimentos quer à circulação rodoviária quer a construções pré-existentes. Nesse sentido, a Câmara considera que essa possibilidade deve ser “descartada”.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


CL24_BannerVR_84x135mm (1).jpg
Eleicoes_Imprensa_Digital_Regional_Mrec_300x250_VÁRIOS.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

Contador de Visualizações

VR Solidário

Cartaz Colheita PSIRIA2mar24.jpg
bottom of page