• Jorge Talixa

Novo “Espaço Jackson” dinamiza Glória do Ribatejo


A Câmara de Salvaterra de Magos assinala, no próximo sábado, a entrada em funcionamento do “novo” Espaço Jackson, na vila de Glória do Ribatejo. O projecto, orçado em cerca de 1, 5 milhões de euros, permitiu requalificar, adaptar e ampliar este antigo complexo da Glória,

transformando-o num verdadeiro ponto de encontro da vila ribatejana, com “Pátio das Coletividades”, sala multiusos, biblioteca e átrio de exposições. Integrou, também, obras de requalificação da zona envolvente. “Esta obra é um dos mais importantes investimentos culturais e de apoio ao movimento associativo feito no concelho,

permitiu qualificar um pedaço de território da vila da Glória do Ribatejo e vai seguramente contribuir para a divulgação dos seus usos, costumes e tradições numa altura em que foi apresentada candidatura pelo Município para classificar como Património Imaterial Nacional os bordados típicos desta comunidade local”,

sublinha Hélder Manuel Esménio, presidente da Câmara de Salvaterra de Magos. A cerimónia de inauguração do novo complexo cultural esteve marcada para o 25 de Abril, mas foi cancelada devido à pandemia da covid-19. Vai ser, agora, substituída com uma visita da população e associações locais ao novo Espaço Jackson,

marcada para as 21h00 de sábado. A iniciativa integra, também, um concerto, que decorrerá no parque infantil e ringue da Glória do Ribatejo, de acordo com as normas da Direcção-Geral de Saúde GS, com uso de máscara e distanciamento físico entre cadeiras neste recinto ao ar livre. Esta obra de regeneração urbana envolveu um investimento de 1, 5 milhões de euros

(com apoios comunitários de cerca de 900 mil euros) e, no âmbito de uma parceria com a Junta de Freguesia da Glória, contemplou, também, os arranjos urbanísticos do Parque Infantil, do Largo 1º de Maio (Poço da Roda) e da Rua 25 de Abril. A biblioteca municipal ali localizada abrirá portas ao público na segunda-feira, dia 17 de agosto e,

segundo a Câmara, “é expectável que cada uma das seis associações que ali têm espaços de trabalho – Escuteiros, Teatro Paulo Claro, Febre Amarela, Marionetes Subúrbio, “Os Cabras” (grupo motard) e a Comissão de Festas em Honra de Nossa Senhora da Glória – possam retomar as suas atividades, em função, naturalmente, da evolução da situação epidemiológica no concelho e no País”.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações