• Jorge Talixa

Governo quer melhor serviço da CP


O Governo vai solicitar à CP que tome medidas para melhorar o serviço prestado na Linha da Azambuja, cumprindo as normas de lotação e de distanciamento social e minimizando os riscos de contágio nas composições e nas estações mais procuradas.

A iniciativa foi anunciada, esta segunda-feira, em Azambuja, no final de uma reunião do secretário de Estado Duarte Cordeiro com a Câmara, as autoridades de saúde e empresas locais. Em causa estão, também, os problemas relacionados com o transporte de milhares de trabalhadores das unidades de logística do eixo Carregado-

Azambuja. A detecção, na semana passada, de mais de 100 casos de infecção com o novo coronavírus entre funcionários destas empresas veio gerar o alarme. A unidade azambujense da Avipronto é a mais afectada, com 101 casos confirmados entre os seus cerca de 300 funcionários. A empresa encerrou por determinação das autoridades

de saúde e, depois de várias acções de desinfecção, retomou, esta segunda-feira, a laboração, mas com actividade reduzida a 30 trabalhadores e a um décimo da laboração habitual. A Câmara de Azambuja e várias estruturas sindicais sustentam que as condições em que milhares de trabalhadores afluem diariamente às empresas

instaladas ao longo da Estrada Nacional 3, utilizando os comboios da CP, tem contribuído para a propagação da covid-19. Carruagens cheias e grandes aglomerações de passageiros nas entradas e saídas (sobretudo no apeadeiro do Espadanal de Azambuja), são a grande preocupação. Na semana passada, a Câmara

azambujense reuniu com responsáveis locais da protecção civil, saúde, forças de segurança e juntas de freguesia para concertar estratégias. Já hoje, a edilidade recebeu o secretário de Estado que coordena o combate à pandemia na região de Lisboa. “Saímos desta reunião com a necessidade de marcar uma reunião com a CP no

sentido de adoptar um comportamento mais pedagógico relativamente aos trabalhadores, quanto à aglomeração que eles têm, nomeadamente à saída da estação e à verificação da utilização dos transportes públicos”, referiu Duarte Cordeiro, prometendo tomar outro tipo de medidas se a situação se agravar.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações