• Jorge Talixa

48 casos no Lar da Misericórdia de Alverca


Pelo menos 48 utentes e funcionários do lar da Misericórdia de Alverca estão infectados com o covid-19, segundo dados hoje divulgados pela direção da instituição. Os testes foram desenvolvidos pelos serviços de laboratório do Hospital de Vila Franca de Xira e concluíram que pelo menos 31 utentes e 17 funcionários estão afectados pela doença.

A direcção da instituição alverquense defende a evacuação do lar, para uma desinfecção total das instalações mas também se admite a possibilidade de manutenção de utentes e funcionários nos diferentes pisos do lar. A operação está, nesta altura, a ser avaliada pelas autoridades de saúde, Câmara de Vila Franca de Xira

e direcção da Associação de Assistência e Beneficência Misericórdia de Alverca (AABMA). O Voz Ribatejana sabe que foram feitos testes a cerca de 140 utentes e funcionários. A direcção da AABMA que não sabe, ainda, com precisão qual é o número total e a identidade de todos os infectados, porque a informação é dada pelas

autoridades de saúde em primeira instância aos próprios e aos familiares dos idosos. Mas a Rádio TSF divulgou, citando fontes da área da saúde, que há pelo menos 48 casos confirmados. Sabe-se, também, que quatro idosos utentes do Lar Misericórdia de Alverca actualmente internados no Hospital de Vila Franca de Xira estão infectados.

Estarão, igualmente, confirmados mais 44 casos entre as pessoas que permanecem no lar, 27 utentes e 17 funcionários. O Lar da AABMA tem 69 utentes, com uma idade média bastante avançada, e 81 funcionários. A instituição dá apoio domiciliário a mais 55 idosos e gere uma outra unidade mais pequena, vocacionada para a função de

centro de dia, com cerca de três dezenas de utentes. Segundo fonte da direcção da AABMA foram tomadas todas as medidas de prevenção desde o início de Março e nenhum dos utentes ou funcionários revela sintomas de infecção. O problema só foi detectado porque duas utentes tiveram que ser assistidas no Hospital de Vila Franca de

Xira. Têm ambas 97 anos e, embora não apresentassem quaisquer sintomas de infecção, o Hospital fez-lhes testes para despistagem do covid-19, que se revelaram positivos. A partir daí desenvolveram-se os mecanismos para a realização de testes aos 140 utentes e funcionários do lar, que revelaram os resultados agora divulgados.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações