• Jorge Talixa

Alenquer vende fábrica centenária por 1,1 milhões


As antigas instalações da Empresa de Lanifícios Tejo de Alenquer foram esta semana, vendidas por 1, 110 milhões de euros. De acordo com os termos da hasta pública lançada pela Câmara alenquerense, o único concorrente tem, agora, um prazo de cinco

anos para construir ali uma unidade hoteleira com SPA e um auditório, mantendo a traça da fachada do edifício. A Sunshine Life – Investimento Imobiliário, Unipessoal Lda. foi, segundo a edilidade alenquerense, a única empresa que se apresentou à hasta pública lançada no passado mês de Dezembro, com um preço base de 1, 1 milhões de euros.

A vencedora tem, agora, prazos definidos para apresentar o projecto de execução das obras. Só depois da apresentação e aprovação do projecto é que será celebrada a escritura final de venda. A empresa deverá pagar 10 por cento do valor da adjudicação num prazo de cinco dias e os restantes 90 por cento no acto de celebração da escritura

final. A antiga fábrica, também conhecida por “Chemina”, é considerada uma das mais importantes memórias do passado industrial do concelho e, depois de várias tentativas de dar um destino ao imóvel, a Câmara optou agora pela venda em hasta pública. “O que tentamos é preservar o edifício e não aliená-lo de qualquer maneira. O que

queremos é a requalificação daquele espaço e a preservação de um edifício que é um ex-libris de Alenquer”, afirma Pedro Folgado, presidente da edilidade de Alenquer. Em paralelo, a Câmara deverá desenvolver um projecto de requalificação da zona envolvente.

Saiba mais na edição impressa de 26 de Fevereiro do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações