• Jorge Talixa

Vilafranquense empata e volta aos salários em atraso


A equipa principal da União Desportiva Vilafranquense Futebol SAD continua a fazer um excelente campeonato na sua estreia na II Liga e empatou, este sábado, com o Leixões. Mas, minutos depois, jogadores e equipa técnica, revelaram, em declaração

conjunta à imprensa, que têm 3 meses de salários em atraso e que a falta de condições pode levar a equipa a parar. No segundo jogo à porta-fechada, por castigo imposto pela Federação Portuguesa de Futebol, o Vilafranquense recebeu o Leixões (em Rio

maior). A partida revelou-se equilibrada. A equipa ribatejana apresentou o mesmo onze das últimas jornadas e as oportunidades escassearam na primeira metade do jogo. Foi já no minuto 45 que, na sequência de um livre, Filipe Oliveira cruzou para a área com conta, peso e medida, onde apareceu o central Denis Martins a fazer o 1-0 de cabeça.

O Leixões, que ainda mantém algumas aspirações de lutar pela subida, tentou reagir no início da segunda parte, mas foi o Vilafranquense a criar mais perigo. Até que, ao minuto 84, o avançado Harramiz aproveitou bem um cruzamento de Vítor Bruno e estabeleceu a igualdade final. Com este resultado, o Vilafranquense segue a meio da

tabela com 15 pontos em 13 jogos. Pouco depois do final da partida, Tiago Mota leu, em nome de jogadores e equipa técnica, uma declaração que alerta para a dimensão do problema dos salários em atraso na UDV SAD. "Estamos aqui todos os jogadores, equipa técnica e todo o grupo de trabalho, para denunciar e informar que não temos

condições para desenvolver a nossa atividade profissional. Vamos pedir ajuda ao Sindicato de Jogadores e se até terça-feira não for resolvida a situação o clube vai parar, até que a situação seja resolvida", observou Tiago Mota, na declaração assinada por todos os cerca de 30 elementos presentes. A meio da semana, Luíz Andrade,

empresário brasileiro que preside à SAD do Vilafranquense, disse que estava empenhado em "resolver rapidamente” esta situação dos salários em atraso. Ainda no sábado, a União Desportiva Vilafranquense Futebol SAD informou que a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) convocou os responsáveis da SAD do clube

para uma reunião, na manhã de segunda-feira, nas instalações deste organismo, para tentar “encontrar soluções de forma a ultrapassar esta fase difícil revelada por todo o grupo de trabalho”. Na reunião deverão participar representantes do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol e dos capitães de equipa.

Saiba mais na Edição impressa de 20 de Dezembro do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

© 2017 por Voz Ribatejana. Todos os direitos reservados.

Informações

Voz Ribatejana - Quinzenário regional

Sede da Redacção e Administração: Centro Comercial da Mina, Loja 3 - Apartado 10040 / 2600-126 Vila Franca de Xira Telefone geral – 263 281329

Correio Electrónico: vozribatejana@gmail.com director.vozribatejana@gmail.com redaccao.vozribatejana@gmail.com comercial.vozribatejana@gmail.com
Proprietário: Jorge Humberto Perdigoto Talixa

Editor: Voz Ribatejana, Lda

Director: Jorge Talixa (carteira prof. 2126)

Editor Multimédia: Rui Miguel Ferreira Talixa

Redacção: Carla Ferreira (carteira prof. 2127), Joel Balsinha, Hugo Clarimundo, Jesus Lourenço, Hipólito Cabaço, Paula Gadelha (cart. prof 9865)

Área Administrativa e Comercial: Isabel Pinto, Júlio Pereira (93 88 50 664), Afonso Braz (93 66 45 773), Carlos Pinto (96 44 70 639)

Assinaturas: Portugal – 1 ano (24 números) 12 euros - Resto da Europa - 1 ano 40 euros Registo de Imprensa na ERC: 125978

Impressão: Coraze
Redacção: Centro Comercial da Mina, Loja 3 2600 Vila Franca de Xira - Telefone - 263 281 329 . Telemóvel - 96 50 40 300