• Jorge Talixa

Vilafranquense bate Vizela na luta pela subida


A União Desportiva Vilafranquense bateu, este sábado, o Futebol Clube de Vizela por 2-0, na primeira mão dos quartos-de-final do play-off de subida à II Liga. Um bom resultado que dá alguma tranquilidade à equipa ribatejana para o jogo da segunda-mão que se disputa, no dia 2, em Vizela. A partida adivinhava-se difícil, até porque o Vizela, vencedor da Série A do Campeonato de Portugal, conseguiu, também, o melhor ataque e a melhor defesa

na primeira fase da prova. Por isso, o jogo foi encarado com algumas cautelas pelas duas equipas, com o Vizela a mostrar mais tranquilidade e o Vilafranquense a entrar algo nervoso. À passagem do minuto 15 surgiu a primeira contrariedade para a equipa de Vila Franca de Xira. Luís Pinto, experiente avançado da UDV, entrara já algo limitado, com problemas físicos que o obrigaram a sair. Entrou para o seu lugar o médio brasileiro Lucas Morellato.

A primeira parte continuou a ser jogada aos repelões e sem grandes oportunidades de golo. No início do segundo tempo, o Vilafranquense apresentou-se com uma postura diferente e, logo na primeira jogada, Ragner criou perigo, rematando à entrada da área a rasar o poste. Logo a seguir foi Morellato a rematar forte sobre a barra. O Vizela procurou reagir e refrescou o ataque. O jogo mostrava-se mais aberto e mais rápido e, à passagem do minuto 60,

João Vieira segurou uma bola dentro da área, de costas para a baliza, mas foi rasteirado por um defesa visitante. O árbitro marcou a correspondente grande-penalidade e Ragner não perdoou, fazendo o 1-0 (foto 1). Tentou reagir o Vizela com nova substituição, mas foi o Vilafranquense que esteve muito perto do 2-0, quando um cruzamento de Ragner isolou Morellato, que cabeceou à figura do guardião visitante. Até final, o jogo manteve-se repartido e já

nos descontos, ao minuto 93, surge um lance controverso. João Vieira perdeu a bola dentro da área e o Vizela aprestava-se para iniciar o contra-ataque, quando o árbitro assinalou uma segunda grande-penalidade por uma alegada agressão (cotovelada) de um defesa visitante a João Vieira. Os vizelenses protestaram muito, mas Wilson, com muita serenidade, bateu o guardião do Vizela, estabelecendo o 2-0 final (foto 3). Um resultado muito positivo para o jogo da segunda-mão em Vizela.

Saiba mais nas edições de 22 de Maio e de 5 de Junho do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações