• Jorge Talixa

Novo campo do Alhandra pode ir para a antiga Marinha


Um espaço da parte sul do antigo complexo da Marinha é, nesta altura, a hipótese mais plausível para a instalação do novo campo de futebol do Alhandra Sporting Club. A Câmara de Vila Franca de Xira já está a estudar o enquadramento urbanístico desta possibilidade, com o objectivo de chegar a um entendimento com o clube, num processo que se arrasta já há perto de duas décadas. As condições do “velho” pelado da Hortinha já não se

compadecem há muito com as necessidades actuais e com as exigências da prática do futebol, especialmente nos escalões mais jovens. Conforme tem noticiado o Voz Ribatejana (ver edição 208 de 30 de Janeiro), o impasse que continua a rodear a situação está a gerar a “revolta” de técnicos e dos jovens praticantes do clube. E os responsáveis do ASC reclamam medidas urgentes. A Câmara reconhece o problema, garante que está a

desenvolver todos os esforços, mas também aponta alguns avanços e recuos na posição do clube. Vítor Cartaxo, vereador da CDU, quis saber, na última sessão camarária, se há avanços para a resolução do problema. “Reiteramos a nossa proposta para que se encontre uma solução para o campo de futebol do Alhandra e que não se descure a oportunidade de descontaminar a área (antiga Cimianto) cedida ao Alhandra, libertando a população

de Alhandra de mais um foco de poluição”, defendeu Vítor Cartaxo. O presidente da Câmara vila-franquense, Alberto Mesquita, explicou que teve, recentemente, uma nova reunião com o presidente do Alhandra. E acrescentou que uma nova possibilidade que está a ser equacionada é a de instalar o novo campo no espaço da antiga Marinha. “Vem, agora, o Alhandra referir que uma das possibilidades era a utilização do campo de futebol

da Armada. Tenho lá ido ultimamente várias vezes e estive lá no domingo (dia 3) com o vice-presidente. Andámos por lá a olhar e temos uma ideia. Como sabe a Armada foi adquirida numa perspectiva de um estudo urbanístico, que foi presente à Câmara, que prevê uma grande avenida entre a Cimianto e a Armada, mantendo aquela grande avenida que a antiga Armada tinha. A questão é compatibilizar um espaço para o campo com esta perspectiva

urbanística. É isso que estamos a tratar e a estudar”, revelou Alberto Mesquita, assegurando que “o presidente da Câmara tem-se esforçado para encontrar uma solução” e que “está de consciência tranquila”. “O Alhandra Sporting Club deseja e merece que, para a prática desportiva do futebol, tenha outras condições, que não tem. Agora, é preciso também por vezes perceber o que é que quer efectivamente. Estamos a trabalhar com outra

perspectiva e esperamos conseguir resolver”, observou o edil, garantindo que “estamos perfeitamente disponíveis para resolver esta questão e tem que ser neste mandato. Não ficarei satisfeito comigo mesmo se terminar este mandato sem ter esta questão resolvida. É um ponto de honra”, rematou Alberto Mesquita.

Saiba mais na edição impressa de 27 de Março do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações