• Jorge Talixa

Vilafranquense não resiste ao líder Estoril


A União Desportiva Vilafranquense perdeu, este domingo, no terreno do Estoril-Praia, por 3-1, em jogo da jornada 28 da II Liga. A equipa ribatejana ainda procurou chegar à igualdade nos últimos 20 minutos de jogo, mas foi o Estoril a concretizar o 3-1 ao minuto 86, eliminando quaisquer dúvidas quanto ao desfecho da partida. Com este resultado, o Vilafranquense está um ponto acima da linha de descida de divisão.


A visita ao líder incontestado Estoril-Praia adivinhava-se difícil e o Vilafranquense entrou no jogo desfalcado de elementos importantes como os centrais Diogo Coelho, Gonçalo Santos (castigados) e Evandro Brandão (lesionado). Com algum domínio dos estorilistas, o jogo foi dividido até à passagem da meia-hora, mas, em pouco mais de 1 minuto, a equipa de Vila Franca de Xira ficou a perder por 2-0.


Primeiro foi o médio Rosier a desviar de cabeça para o fundo das redes de Maringá, fazendo o golo inaugural ao minuto 30. No minuto seguinte, perante para alguma desorientação da defensiva ribatejana (Sparagna e Alan Bidi foram os centrais titulares), Aziz foi solicitado em velocidade e fez o 2-0. Temeu-se o pior para o lado do Vilafranquense, mas a equipa treinada por Carlos Pinto conseguiu recuperar algum equilíbrio e tentou


responder à vantagem do Estoril. Ao intervalo, Carlos Pinto fez entrar Rodrigo Rodrigues e Vitinho, sem grandes resultados e só ao minuto 59 é que o Vilafranquense criou algum perigo num remate de Vítor Bruno. Já ao minuto 70, o técnico de Vila Franca fez mais três substituições de uma assentada, fazendo entrar Eric Veiga, Diogo Pinto e Carlos Fortes. E, logo no minuto seguinte, Rodrigo Rodrigues marcou um excelente golo,


desviando com o calcanhar para o fundo das redes. Com o resultado em 2-1, o Vilafranquense ganhou um novo ânimo e, durante mais de um quarto de hora, procurou chegar à igualdade. As oportunidades não foram muitas, mas o Estoril mostrou-se mais intranquilo, com várias faltas para travar jogadores ribatejanos que resultaram na amostragem de três cartões amarelos a jogadores dos “canarinhos”. Até que, ao minuto 86,


Zé Valente solicitou bem Harramiz na esquerda e o avançado são-tomense não perdoou, estabelecendo 3-1 final (Foto de Arquivo). Com este resultado, o Vilafranquense mantém os 27 pontos, em igualdade pontual com a Varzim. Logo abaixo estão Oliveirense com 26 e Porto B com 25. Já na próxima sexta-feira, o Vilafranquense recebe o Leixões.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações