• Jorge Talixa

Vilafranquense entra a perder na nova época da II Liga


A equipa do Vilafranquense, completamente remodelada, até deu indicações positivas, mas o Penafiel foi mais eficiente e garantiu a vitória, em Rio Maior, com um golo marcado ao minuto 89. Uma partida da primeira jornada da II Liga que prossegue, no próximo fim-de-semana, com um Nacional da Madeira-Vilafranquense.


Para o jogo da primeira jornada da prova, disputado ao fim da tarde de segunda-feira, o técnico Carlos Pinto apresentou uma equipa quase completamente renovada, contando apenas com os médios Leo Cordeiro e Nuno Rodrigues da temporada passada. Num sistema de 4-3-2-1, o Vilafranquense apresentou um futebol


bastante consistente e seguro na defesa, revelando sobretudo algumas dificuldades para criar perigo. Frente a um Penafiel que se assume nesta temporada como candidato à subida e que se reforçou bastante, o Vilafranquense discutiu o jogo e poderia ter sido mais feliz. A equipa nortenha revelou-se mais eficaz e fez o


único golo da partida já ao minuto 89, quando João Amorim aproveitou uma bola sacudida pela defesa ribatejana para disparar forte de fora da área, fazendo a bola entrar junto ao poste da baliza de Luís Ribeiro.

O jogo começou repartido, com mais posse de bola para o Penafiel, mas sem conseguir criar perigo.


O Vilafranquense mostrava-se seguro na defesa, mas Wagner estava demasiado sozinho no ataque. Na primeira meia hora nenhuma das equipas conseguiu rematar na direcção das balizas. Nos últimos minutos do primeiro tempo, o Penafiel concedeu mais algum espaço e a equipa de Vila Franca de Xira conseguiu alguns


contra-ataques rápidos, protagonizados por Wagner. Para o segundo tempo, o técnico visitante Pedro Ribeiro tentou mudar alguma coisa, com entrada de três jogadores de uma assentada. Mas o jogo pouco mudou, gerando alguma intranquilidade nos penafidelenses, agravada com a entrada de Sangaré,


que reforçou o ataque ribatejano, libertando mais Wagner para a posição de extremo. As jogadas de perigo do ataque de Vila Franca foram surgindo com mais frequência, mas acabou por ser a marcar, ao minuto 89, por intermédio de João Amorim.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações