top of page
banner_voz_ribatejana(5).jpg

press to zoom

press to zoom
1/1
  • Jorge Talixa

Vila Franca não aceita contentores na Castanheira


A Câmara de Vila Franca de Xira aguarda um estudo da Infraestruturas de Portugal, mas não vê possibilidade de utilizar as plataformas logísticas da Castanheira para acolher o terminal de contentores que terá que sair da Bobadela até 2026.


A Infraestruturas de Portugal (IP) está a desenvolver estudos para indicar qual será a melhor localização para a transferência do Terminal de Contentores da Bobadela, prevista para 2026. Um dos cinco locais em equação é a freguesia da Castanheira do Ribatejo, no norte do concelho de Vila Franca de Xira, onde já existem duas plataformas logísticas, com um total de cerca de 140 hectares.


Mas a Câmara vila-franquense sustenta que estas plataformas não foram desenhadas, nem estão vocacionadas para o armazenamento e movimentação de contentores e que estão já em grande parte comprometidas com outros investimentos de grande dimensão.


Fernando Paulo Ferreira, presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, afirma, em declarações ao Voz Ribatejana, que, “neste momento não há disponibilidade nenhuma” para a mudança do grande Terminal de Contentores da Bobadela para a zona da Castanheira do Ribatejo.


“Não há nenhuma possibilidade disso, nem nenhuma indicação de que isso venha a acontecer”, sublinha o autarca do PS, frisando que a sobre a hipótese Castanheira conhece “apenas um estudo encomendado” pelo anterior presidente da Câmara de Loures, Bernardino Soares (CDU). “A Castanheira do Ribatejo tal como está em termos de potencialidade de usos não tem espaço para os contentores”, salienta o presidente da Câmara de Vila Franca.


A Plataforma Logística de Lisboa-Norte (PLLN) já está parcialmente ocupada com actividades logísticas e a Merlin Properties (empresa de origem espanhola detentora de boa parte dos 100 hectares da PLLN) tem anunciado novos projectos de logística e de novas tecnologias para o local. A fatia restante pertence ao Grupo Jerónimo Martins, que ali pretende instalar um grande centro de distribuição.


Já a Plataforma Logística II (Zona de Expansão) tem 41 hectares e foi, recentemente, adquirida pela também espanhola Montepino, que ali pretende investir 150 milhões de euros em naves logísticas de última geração e terá já um pré-acordo com uma grande cadeia de comércio da área da construção e bricolage que ali pretende instalar, também, um grande complexo de distribuição.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Banner VozRibatejana_178x66mm_AF(2).jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
300x250.jpg
14878_IMT_Voz Ribatejana_300x250.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

press to zoom

press to zoom
1/1

VR Solidário

Cartazes datas JAN 2023.jpg

Contador de Visualizações

bottom of page