• Joel Balsinha

Vialonga pode ficar com o futebol sénior suspenso


Casos de covid-19 no plantel levaram o Grupo Desportivo de Vialonga a não comparecer nos últimos jogos da 1ª. Divisão da Associação de Futebol de Lisboa (AFL). Mas a situação não terá ficado suficientemente esclarecida e o Conselho de Disciplina da AFL decidiu penalizar a colectividade do concelho de Vila Franca com dois anos de suspensão do futebol sénior. Os seus responsáveis não se conformam e prometem


recorrer a todas as vias para salvaguardar a posição do clube. Já na passada segunda-feira, em conferência de imprensa, a comissão administrativa do GDV explicou que, de acordo com as últimas informações dos órgãos associativos, até indicação em contrário a equipa sénior do clube ficou impedida de competir durante duas épocas. Uma situação em que, garantem os responsáveis do GDV, a Associação de Futebol de Lisboa


garantira, junto da Comissão Administrativa, que aconteceria exatamente o contrário e que apesar de desistirem poderiam competir na segunda divisão da AFL. "A primeira solução era a que ninguém queria que acontecesse, a da não comparência sob pena do campeonato não terminar. A segunda da apresentação dos juniores, falando com dirigentes da AFL, foi referido que haveria jornadas em que iríamos defrontar equipas


que ainda estão a lutar pela manutenção o que pode desvirtuar o campeonato por não serem séniores, explicou Ricardo Antunes, membro da comissão administrativa do Vialonga, vincando foi, então, sugerida “a desistência do Campeonato, no sentido de permitir que o mesmo terminasse e que as classificações fossem homologadas”. “Questionámos se a desistência regulamentarmente iria trazer-nos punições desportivas e


pecuniárias. Disseram-nos que não, pois o fato de desistirmos do campeonato pelos motivos que nós invocámos, que era o surto de covid, se enquadrava na alínea número 12 do artigo 46 em que diz que se a origem da desistência for um motivo de força maior não se aplicam as sanções previstas nos números tal e tal. Quisemos ter uma garantia de que tomamos esta posição, mas ter a garantia que para o ano estamos a


competir. A nossa equipa sénior em 2021/2022 estava a competir. Disseram-nos para ficar descansados que as coisas são assim e que tudo estaria correto", continuou Ricardo Antunes. Só que o clube foi, depois, punido com multa e suspensão do futebol sénior por 2 anos pelo conselho de disciplina, recorreu para o conselho de justiça, com a indicação da AFL de que este órgão lhe iria dar razão,


mas já no passado dia 22 foi notificado de que o conselho de justiça mantivera a decisão do conselho de disciplina. Os dirigentes do GDV prometem continuar a lutar pela defesa da posição do clube.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações