• Jorge Talixa

Suspeito de atear 15 incêndios detido em Arruda


Um indivíduo de 31 anos foi detido, no final da semana passada, pela Polícia Judiciária, por fortes suspeitas de que seja o responsável pelo atear de 15 incêndios florestais/rurais verificados nos últimos três anos na freguesia de S. Tiago dos Velhos, no concelho de Arruda dos Vinhos.


O detido, segundo a PJ, terá justificado os actos com consumo excessivo de álcool e de estupefacientes. Uma investigação da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária, com o apoio do Grupo de Trabalho de Redução de Ignições do Centro, culminou, no final da semana passada, na detenção de um homem de 31 anos, suspeito de ter ateado 15 incêndios florestais/rurais registados nos últimos 3 anos na freguesia arrudense de S. Tiago dos velhos.


O detido foi presente a tribunal para primeiro interrogatório e, de acordo com a PJ, “justificou os incêndios deflagrados com o excessivo consumo de álcool e produtos estupefacientes”.


“Como corolário de investigações que decorrem há vários meses”, a PJ “procedeu à detenção, fora de flagrante delito, de um homem de 31 anos de idade, suspeito de, durante os anos de 2020 a 2022, ter praticado 15 incêndios florestais na freguesia de Santiagos dos Velhos, em Arruda dos Vinhos, local onde reside”, refere a Polícia Judiciária em comunicado, precisando que estes 15 incêndios terão originado uma área ardida de cerca de 35 hectares e “terão sido provocados por chama direta, utilizando para o efeito um isqueiro” que o detido tem por hábito trazer consigo.


Os fogos consumiram sobretudo povoamento florestal composto por eucalipto, mato e terreno agrícola e chegaram a ameaçar habitações.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações