• Jorge Talixa

Salão de artesanato tem lotação alargada para 250 visitantes


A lotação máxima do Salão de Artesanato de Vila Franca de Xira foi alargada de 100 para 250 visitantes num ajuste do plano de contingência definido nos últimos dias. A 40ª edição do salão foi inaugurada ao final da tarde de sexta-feira em paralelo com a Feira Anual de Outubro. São 17 dias de feira e salão no


Parque Urbano do Cevadeiro, num certame que inclui, também, oito esperas e largadas de toiros, sete espectáculos taurinos e três concertos musicais. Na cerimónia inaugural, Alberto Mesquita, presidente da Câmara vila-franquense, sublinhou que “foram longos meses vividos em pandemia,


que nos obrigaram a cancelar inúmeros eventos, entre eles a nossa centenária Feira de Outubro e o nosso Salão de Artesanato”. O autarca salientou, todavia, a satisfação e alegria de todos pela possibilidade de voltar a organizar estes certames e agradeceu o empenho de todos,

em especial da Divisão de Turismo e do Serviço Municipal de Protecção Civil. “Vai ser uma Feira Anual e um Salão de Artesanato com a mesma dimensão e grandiosidade de edições anteriores e registamos com muito agrado o interesse e a disponibilidade dos feirantes e dos artesãos participantes”,


acrescentou o edil, frisando que compete a todos ter a responsabilidade de adoptar todas as cautelas possíveis, porque a pandemia ainda não acabou. A Feira de Outubro tem, assim, como principais normas o controlo de entradas dos visitantes com a apresentação de certificado digital de


vacinação ou de teste negativo para a covid-19. Haverá, também, controlo de entradas no Salão do Artesanato para garantir a lotação máxima de 250 visitantes e de entradas na área da restauração/tasquinhas para garantir a lotação máxima de 500 visitantes.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações