• Jorge Talixa

Pany Varela decisivo no título mundial de futsal


Fotos de André Sanano/FPF


Pany Varela, internacional português de futsal que começou a sua carreira no Forte da Casa, foi, este domingo, decisivo na conquista do título mundial da modalidade para a selecção portuguesa. Pany marcou os dois golos da vitória sobre a Argentina por 2-1 e foi o melhor marcador da selecção portuguesa em toda


a prova com um total de oito golos. Natural de Cabo Verde (Tarrafal), Anilton César Varela Silva nasceu a 25 de Fevereiro de 1989 (32 anos) e a família fixou residência em Portugal e no concelho de Vila Franca de Xira quando ainda era muito novo. Anilton destacou-se na prática desportiva e mostrou mais apetência para o


futsal do que para o futebol. Adoptou o nome de “Pany” e começou a praticar futsal federado na temporada de 2003/2004, representando os sub-15 do Clube Recreativo do Forte da Casa (CRFC). Representou esta colectvidade do concelho de Vila Franca por mais duas temporadas, já em sub-17.

As suas qualidades despertaram a atenção dos grandes e transferiu-se para os escalões jovens do Benfica, onde permaneceu até 2011/2012. Seguiu, depois, para o Belenenses e a sua carreira passou ainda pelo Olivais e pelo Fundão, antes de se fixar no Sporting na temporada 2016/2017.


Nos leões afirmou-se como figura destacada e já conquistou vários títulos nacionais e europeus. A “cereja no topo do bolo” surgiu, agora, com o Mundial da Lituânia, onde Portugal se sagrou pela primeira vez Campeão do mundo da modalidade. Pany Varela foi o jogador mais decisivo da final,


marcou os dois golos da selecção portuguesa aos minutos 15 e 28 e destacou-se, igualmente, pelo querer e pela disponibilidade física que revelou nesta final.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações