top of page
banner_178 x66 mm_Voz Ribatejana_compressed-page-001_edited.jpg
festival-arroz-carolino-2024.png
XiraSoundFest24_Voz Ribatejana_17,8x6,6cm(1).jpg
  • Foto do escritorJorge Talixa

Manifestantes aprovam “Resolução” contra proposta de quadruplicação


Uma Resolução que exige a “discussão e construção” de alternativas ao actual projecto de quadruplicação da Linha do Norte nas travessias de Alhandra e de Vila Franca de Xira foi aprovada nas concentrações organizadas, este sábado, pelo Movimento em Defesa de Vila Franca e Alhandra (MDVFA).


O documento vai ser, agora, entregue nos órgãos autárquicos municipais vila-franquenses. De manhã na Praça 7 de Março em Alhandra e, ao princípio da tarde, na Praça Afonso de Albuquerque (Largo da Câmara) em Vila Franca de Xira, todos se manifestaram contra a proposta de quadruplicação apresentada pela Infraestruturas de Portugal.


A participação nas iniciativas ficou um pouco aquém das expectativas, mas, ainda assim, foram perto de 100 pessoas que aderiram ao protesto em Alhandra e cerca de 120 em Vila Franca de Xira. No final, alguns criticaram a ausência de boa parte dos eleitos locais.


Luís Capucha, membro do MDVFA, começou por salientar que “as nossas terras estão sob ameaça”, porque a IP “apresentou um projecto que, a ser concretizado, destruirá as nossas terras tal como as conhecemos hoje.


Destruirá espaços, destruirá relações que são a vida das nossas terras”, vincou, considerando que o projecto do comboio de alta velocidade não pode alterar desta maneira a vivências das populações de Alhandra e de Vila Franca de Xira.


“Exigimos que sejam apresentadas alternativas, as quais têm sido insistentemente pedidas”, observou. Sob o lema “4 Linhas. Assim Não”, os participantes aprovaram uma Resolução que recorda a “ampla oposição das populações de Vila Franca de Xira e de Alhandra” ao projecto apresentado pela IP e as centenas de participações em reuniões e encontros sobre o tema, que “demonstram que a população destas duas localidades está unida em torno da exigência de um projecto alternativo e da suspensão do actual”.


Depois, a Resolução sublinha que a modernização da Linha do Norte “é uma oportunidade única para a valorização das nossas terras” e para “potenciarmos aquilo que de melhor temos”. Para isso, refere, é preciso exigir que essa valorização se concretize.


Nesse sentido, o MDVFA reclama a discussão e construção de alternativas que “incluam mas não se limitem” à possibilidade de enterramento da linha na malha urbana de Vila Franca, à consideração de um traçado autónomo da alta velocidade “fora do canal da Linha do Norte” e à possibilidade de terminar a linha de alta velocidade a Norte de Vila Franca de Xira”.


O documento exige, também, “a suspensão imediata do atual projecto de quadruplicação da linha” e apela aos eleitos locais para que “assumam uma posição de defesa destas freguesias e do concelho”.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Comments


03_Eleicoes_Europeias_Imprensa_Digital_Regional_300x250.jpg
15 Caminhada Amor do Peito-page-001-2.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

Cartaz 24 de maio vs.jpg
bottom of page