• Jorge Talixa

Golo na última jogada dá um ponto ao Vilafranquense


Com um golo de Sangaré na última jogada da partida, a União Desportiva Vilafranquense “conquistou” um ponto importante no desafio de sexta-feira à noite frente ao Estrela da Amadora. Com este resultado, a equipa ribatejana consolidou a sua posição acima dos lugares de descida.


Frente a um Estrela da Amadora em crescendo e a disputar os primeiros lugares da tabela, o Vilafranquense fez uma boa exibição e mostrou-se bastante eficiente. A equipa da Amadora esteve por duas vezes em vantagem, mas os ribatejanos conseguiram empatar e justificaram o ponto conquistado.


O técnico Filipe Gouveia apostou num onze muito semelhante ao da jornada anterior, apenas com a entrada de Gabriel Pereira para o lugar de Jaquité. Entrou bem o Vilafranquense, com Nenê a rematar por duas vezes nos primeiros três minutos, ambas por cima da barra. Nos minutos seguintes, Belkheir e Nenê voltaram a


visar a baliza na sequência de perdas de bola da defesa da Amadora, mas os remates saíram fracos e à figura. Progressivamente, o Estrela foi conseguindo mais posse de bola e Adriano, experiente guarda-redes do Vilafranquense, passou a ser a principal figura da partida, com defesas importantes a remates de


Paulinho (15 minutos), Diogo Pinto (21) e Sérgio Conceição (29). A equipa de Vila Franca mostrava-se mais retraída e só ao minuto 37 voltou a criar perigo numa boa jogada de Belkeir e Dioh. Ao minuto 42, o lateral Mike (lesionado) foi substituído por Bruno Sousa e, já ao minuto 49, na última jogada do primeiro tempo,


depois de alguma confusão dentro da área, Miguel Rosa atirou forte para o fundo das redes, fazendo o 0-1. Para a segunda parte, Filipe Gouveia fez entrar Bernardo Martins para o lugar de Gabriel Pereira, procurando dar um cunho mais ofensivo ao jogo dos ribatejanos. E, dois minutos depois, numa insistência de Fati,


o Vilafranquense foi feliz, com o central amadorense André Duarte a desviar inadvertidamente a bola para o fundo da sua baliza. O Estrela voltou a tomar conta do jogo, Paulinho atirou ao poste ao minuto 50 e, dez minutos depois, foi Diogo Pinto (ex-Vilafranquense) a obrigar Adriano a mais uma grande defesa.


Sucederam-se, depois, as substituições e, ao minuto 74, Diogo Salomão trabalhou bem do lado esquerdo e cruzou atrasado para o recém-entrado Fabrício que fez o 1-2. Com 15 minutos para jogar, o Vilafranquense reagiu, com Bernardo Martins a protagonizar algumas boas jogadas. Ao minuto 82,


Filipe Gouveia arriscou tudo com a entrada de Umaro Baldé e a saída do central Marcos Valente. O jogo tornou-se mais confuso, o Estrela procurava queimar algum tempo, mas na última jogado dos descontos, na sequência de um livre, Sangaré foi mais rápido do que a defesa da Amadora e concretizou,


de cabeça, o golo da igualdade. Com este resultado, o Vilafranquense soma 10 pontos em 10 jogos disputados. Na próxima jornada, a equipa de Vila Franca de Xira visita o Académico de Viseu.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações