top of page
banner_178 x66 mm_Voz Ribatejana_compressed-page-001_edited.jpg
Voz Ribatejana_178mmX66mm_Passerelle2024_Prancheta 1.jpg
Banner Festas Alverca.png
  • Divulgação

Dadores da Póvoa recolheram mais de 700 unidades de sangue


A Associação de Dadores Benévolos de Sangue da Póvoa de Santa Iria é uma das mais dinâmicas da região e mesmo do País. Neste ano de 2023 já promoveu 24 sessões que resultaram na recolha de 711 unidades de sangue. A Associação de Dadores Benévolos de Sangue da Póvoa de Santa Iria com 35 sessões de Colheita de Sangue agendadas para o ano de 2023, terminou o mês de agosto com 24 sessões realizadas, traduzindo-se em 876 dadores inscritos, 711 unidades de sangue recolhidas e 111 dadores primeira vez.


A sensibilização para a doação benévola de sangue, apelando para que o sangue não falte a quem dele precisa para sobreviver, assenta num constante trabalho de promoção junto da Comunidade, através de contactos diretos com a população, com a utilização de uma vasta variedade de meios de divulgação, nomeadamente, cartazes, flyers, lonas, meios digitais, apostando numa forte presença nas redes sociais e com a importante colaboração da Comunicação Social regional, como é o caso do Jornal Voz Ribatejana, contribuindo decisivamente para o sucesso dessas sessões, consolidando a Associação como um dos principais parceiros estratégicos na promoção de Recolhas de Sangue do Centro Regional de Sangue de Lisboa, influenciando de uma forma bastante positiva as reservas de sangue da região de Lisboa, e consequentemente as nacionais.


Verão é período crítico


O período do Verão é sempre crítico, provocado pela quebra de presenças de dadores de sangue, no entanto, e em contraciclo, nas 4 sessões realizadas na Póvoa de Santa Iria entre julho e de agosto, estiveram presentes cerca de 200 pessoas, que se traduziu em 165 unidades de sangue recolhidas.


Para os últimos 4 meses do ano estão agendadas 11 sessões, em que 3 serão já em setembro, na Sede da Associação. As restantes recolhas de sangue decorrerão, para além da Póvoa de Santa Iria, no Forte da Casa, em Alhandra e em Santa Iria de Azoia, incluindo algumas que serão realizadas em Escolas, reforçando a sensibilização dos mais jovens para a importância de, ao atingirem a maioridade, serem também eles, dadores de sangue.


Um grande desafio que se impõe às entidades que promovem a Dádiva Benévola de Sangue é o de atrair novos dadores e que estes se tornarem dadores regulares, criando assim novas gerações de dadores, pois o intervalo de idades para se poder doar sangue é entre os 18 e os 65 anos, e naturalmente com o passar dos tempos, existem dadores que têm que o deixar de ser, mesmo sendo saudáveis.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana


Comments


03_Eleicoes_Europeias_Imprensa_Digital_Regional_300x250.jpg
Romaria Alcame-2.jpg
Ver para topo quadrado ou sitio do Josal2.jpg
christmas-1089310_960_720_edited.jpg
Loja G Site VR-page-001.jpg
VOZ_ONLINE-178x66mm.jpg

VR Solidário

15jun24 Colheita de Sangue Alhandra.jpg
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações

bottom of page