• Jorge Talixa

Centro concelhio de vacinação já funciona em Vila Franca


O Centro de Vacinação de Vila Franca de Xira, instalado no Pavilhão Multiusos do Cevadeiro, está a funcionar desde quinta-feira. Com oito gabinetes de vacinação e vários espaços de apoio, o centro já permitiu vacinar mais de 600 pessoas em dois dias. Para esta fase do plano estão identificadas 10 326 pessoas residentes no


concelho vila-franquense. O espaço criado para o efeito no Pavilhão do Cevadeiro foi visitado, na manhã desta sexta-feira, por eleitos da Câmara de Vila Franca de Xira e por Sofia Theriaga, directora-executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (Aces) do Estuário do Tejo. Alberto Mesquita,


presidente da edilidade vila-franquense, explicou que a autarquia tem estado sempre disponível para dar todo o apoio aos serviços de saúde nesta fase de pandemia. “Temos dito sempre que, se não houver para outras coisas, para estas não pode faltar. Assim haja vacinas”, salientou o edil,

vincando que o centro foi instalado pela Câmara de acordo com as indicações dos serviços de saúde. Sofia Theriaga agradeceu todo o apoio da Câmara, sem o qual não seria possível ter um centro de vacinação com estas condições no concelho. Alberto Mesquita confirmou que, se se mostrar necessário e se o ritmo de


entrega de vacinas o justificar, a Câmara estará disponível para instalar um segundo centro de vacinação na área de Alverca. Sofia Theriaga observou que, nesta fase, com a cadência de entrega de vacinas, os cinco centros de vacinação instalados na área do Aces do Estuário do Tejo (um por cada concelho)


são suficientes e que alguma alteração que se revele necessária será avaliada no futuro. A directora-executiva do Agrupamento de Centros de Saúde acrescentou que, nesta altura, a região tem recebido cerca de 3500 vacinas por semana, que são distribuídas pelos cinco concelhos (Alenquer, Arruda, Azambuja,

Benavente e Vila Franca) de uma forma proporcional ao número de pessoas sinalizadas para esta fase de vacinação – Idosos com mais de 80 anos e pessoas com mais de 50 anos e outras patologias de risco. Segundo referiu, a convocatória das pessoas está a ser feita por telefone e está a decorrer sem grandes problemas e cerca de 98 por cento das pessoas aderem à vacinação.


Alguns dirigem-se até ao centro com uma hora de antecedência, o que não é de todo necessário, dado que os horários e os ritmos de vacinação estão a ser normalmente cumpridos. Depois da toma, as pessoas permanecem cerca de 30 minutos num espaço com acompanhamento médico para perceber se há alguma reacção adversa.


Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana


Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações