• Joel Balsinha e Jorge Talixa

Futebol e futsal de formação com provas canceladas


A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, na sexta-feira, o cancelamento de todas as provas de futebol e de futsal de escalões de formação. A medida, que visa proteger as crianças e jovens dos riscos associados à pandemia, prevê que, nesta

temporada, não se apliquem os regimes de descidas e subidas. A Associação de Futebol de Lisboa contestou a medida. Mas se se confirmar a decisão da FPF, o Vilafranquense garante a manutenção na 1ª. Nacional de Juniores e perde a

possibilidade de subir aos nacionais de Iniciados. Já o Alverca perde a possibilidade de subir ao Nacional de Juvenis. "Entendeu a Federação Portuguesa de Futebol que a prioridade de pais, avós, filhos e netos deve ser, obviamente, a de se dedicarem à proteção uns dos outros e às exigências escolares, em nome do direito à proteção da

saúde. Por tudo o que antecede, deliberou a direcção da Federação Portuguesa de Futebol, após auscultar os seus associados, que devem dar-se por concluídas as competições nacionais de todos os escalões de formação de futebol e futsal, masculinas e femininas, não resultando das mesmas qualquer efeito desportivo

imediato. Deste modo, não serão atribuídos títulos nas referidas competições nem aplicado o regime de subidas e descidas", anunciou em comunicado este órgão dirigente do futebol em Portugal. A Associação de Futebol de Lisboa (AFL), após conhecimento desta ação, contestou de imediato as recentes declarações proferidas

pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF)) através de comunicado que determinam que a suspensão de todas as provas nacionais dos escalões de formação de futebol e futsal. "Ao contrário do que diz o comunicado na Associação de futebol de Lisboa não existe qualquer decisão para esses escalões. Estamos a acompanhar diariamente.

Estamos a monitorizar constantemente esta situação, esta pandemia que assola o nosso distrito, o país, a europa e o mundo. Queria também dizer-vos que tudo isto está a ser analisado pela nossa associação como pelas vinte uma distritais e regionais de futebol e, por isso, vamos ter no decorrer da próxima (actual) semana uma reunião

plenária com os meios técnicos hoje disponíveis para conjuntamente termos uma posição final e decisiva acerca desta problemática”, sustenta Nuno Lobo, presidente da AFL, garantindo que, se houver alguma decisão, “vão ser os clubes filiados da Associação de Futebol de Lisboa os primeiros a saber. Por enquanto mantemos a

suspensão por tempo indeterminado de todos os escalões desde os de formação ao sénior. Qualquer decisão não pode ser tomada de ânimo leve ou ao sabor de qualquer outro interesse que não o dos clubes como o financeiro e desportivo. O que está escrito no comunicado da FPF, designadamente no ponto oito, não é verdade no que concerne

à Associação de Futebol de Lisboa", denunciou Nuno Lobo, referindo-se à alínea do comunicado da FPF que diz que a sua decisão "é acompanhada pelas 22 Associações Distritais e Regionais que vão igualmente dar sem efeito as suas competições destinadas aos escalões de formação de futebol e futsal".

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações