• Jorge Talixa

Região tem 5 áreas dedicadas à covid-19


A “Fase de Mitigação” da pandemia de covid-19 em que Portugal entrou às 00h00 desta quinta-feira prevê o envolvimento mais activo dos centros de saúde na resposta à doença. Nesse sentido, foram criadas cinco “Áreas Dedicadas à Covid-19” (ADC) nos centros de saúde da região, onde os utentes com suspeitas de infecção poderão ser atendidos. De acordo com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

(ARS-LVT), atendendo ao “alargamento progressivo da expressão geográfica da pandemia” em Portugal e tendo em conta as novas normas emitidas pela Direcção-Geral de Saúde, foram instaladas 35 ADC na Região de Lisboa e Vale do Tejo. Cinco destas áreas dedicadas à covid-19 situam-se na área do Agrupamento de Centros de

Saúde do Estuário do Tejo, designadamente nos centros de saúde de Alenquer, Alverca, Azambuja, Samora Correia e Vila Franca de Xira. “No cumprimento dos princípios de equidade, qualidade e proximidade dos cuidados de saúde prestados à população, procedeu à reorganização dos recursos humanos e materiais nos cuidados

de saúde primários e criou 35 Áreas Dedicadas (ADC) à Covid-19 em toda a região. As ADC são áreas reservadas a utentes com suspeitas de Covid-19, compostas, por 2 salas de observação, com áreas de receção, de espera e instalações sanitárias separadas dos doentes sem suspeita de Covid-19”, explica a ARSLVT, vincando que

“cada ADC é composta por médico, enfermeiro, assistente operacional, administrativo e equipa de limpeza”. Segundo a ARS-LVT “deverão aceder às ADC, preferencialmente, os utentes com sintomas respiratórios e que previamente tenham contactado a Linha SNS 24 (808 24 24 24)”.

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações