Vila Franca mantém mercados a funcionar

18/03/2020

A Câmara de Vila Franca de Xira decidiu manter os mercados municipais a funcionar, porque considera que são uma alternativa importante para o abastecimento da população de bens essenciais. A autarquia vai implementar, no entanto, sistemas de

 

controle do número de clientes que permanece em cada momento no interior dos diferentes mercados. A questão foi colocada pelos vereadores da oposição na reunião camarária desta quarta-feira, tendo em conta que outros municípios da região de Lisboa decidiram fechar mercados devido à pandemia de Covid-19. Regina Janeiro,

 

vereadora da CDU, lembrou que vários mercados municipais foram encerrados, por razões preventivas. Também Carlos Patrão, vereador do Bloco de Esquerda, quis saber que medidas foram tomadas para garantir a segurança do funcionamento dos mercados municipais. Mas salientou que não está de acordo com o eventual fecho

 

destes mercados retalhistas, porque “têm um papel importante e podem ter um papel ainda mais importante no abastecimento alimentar da população”. Alberto Mesquita, presidente da Câmara vila-franquense, observou que abordou este assunto com os presidentes das juntas de freguesia e foi decidido, por consenso, manter os mercados

 

municipais a funcionar. “Entendemos todos que manter os mercados municipais a funcionar era essencial para a população. Evidentemente que haverá matérias que teremos que afinar. Tentaremos restringir as entradas das pessoas ao mesmo tempo para dentro dos mercados. Mas considerámos que era fundamental mantê-los, porque

 

nestes mercados as pessoas podem encontrar produtos que não encontram noutros locais”, vincou o edil. Já Helena Pereira de Jesus, vereadora da Coligação Mais com o pelouro dos mercados, acrescentou que os mercados municipais dispõem de produtos frescos “essenciais para a vida das pessoas” e “são uma alternativa importante”. Nesse

 

sentido vão continuar a funcionar, mas com controle do número de pessoas no seu interior e com rácios mais reduzidos de permanência para minimizar os riscos de contágio. Este controle será feito, para já, nos dias de maior afluência. A medida abrange também o Mercado Abastecedor da Castanheira do Ribatejo.

 

Saiba mais nas edições impressas do Voz Ribatejana e da Vida Ribatejana

 

Tags:

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Please reload

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Please reload

Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
Please reload

Contador de Visualizações

© 2017 por Voz Ribatejana. Todos os direitos reservados.

Informações

Voz Ribatejana - Quinzenário regional

Sede da Redacção e Administração: Centro Comercial da Mina, Loja 3 - Apartado 10040 / 2600-126 Vila Franca de Xira Telefone geral – 263 281329

Correio Electrónico: vozribatejana@gmail.com director.vozribatejana@gmail.com redaccao.vozribatejana@gmail.com comercial.vozribatejana@gmail.com
Proprietário: Jorge Humberto Perdigoto Talixa

Editor: Voz Ribatejana, Lda

Director: Jorge Talixa (carteira prof. 2126)

Editor Multimédia: Rui Miguel Ferreira Talixa

Redacção: Carla Ferreira (carteira prof. 2127), Joel Balsinha, Hugo Clarimundo, Jesus Lourenço, Hipólito Cabaço, Paula Gadelha (cart. prof 9865)

Área Administrativa e Comercial: Isabel Pinto, Júlio Pereira (93 88 50 664), Afonso Braz (93 66 45 773), Carlos Pinto (96 44 70 639)

Assinaturas: Portugal – 1 ano (24 números) 12 euros - Resto da Europa - 1 ano 40 euros Registo de Imprensa na ERC: 125978

Impressão: Coraze
Redacção: Centro Comercial da Mina, Loja 3 2600 Vila Franca de Xira - Telefone - 263 281 329 . Telemóvel - 96 50 40 300